Repositório Digital

A- A A+

A pesquisa na instituição: avanços e desafios para uma universidade emancipatória

.

A pesquisa na instituição: avanços e desafios para uma universidade emancipatória

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A pesquisa na instituição: avanços e desafios para uma universidade emancipatória
Outro título Research in institution : progress and challenges for an emancipatory university
Autor Silva, Richéle Timm dos Passos da
Genro, Maria Elly Herz
Resumo A Universidade tem suas origens sobre a função legítima de pesquisar e produzir conhecimentos. Na contemporaneidade, a Universidade Moderna deriva fortemente de um modelo institucional conhecido por Humboldtiano, fundamentada na ciência e tendo como finalidade a aspiração da humanidade à verdade. Neste artigo, discutiremos a atividade da pesquisa universitária realizada na Universidade do Estado do Mato Grosso – UNEMAT, que vem regulamentada a partir de 2007, através de resolução e normativas que disciplinam a Política de Pesquisa Institucional. Objetivamos com este estudo, conhecer e compreender as percepções dos professores-pesquisadores sobre o papel da pesquisa na Universidade e identificar avanços e desafios na/da atividade de pesquisa nesta Instituição. Estudamos o caso dos professores-pesquisadores, líderes de grupos de pesquisa da área de Ciências Humanas/Educação da UNEMAT Campus Sinop/MT. Utilizamos como fontes de informação a entrevista semiestruturada e os documentos da Universidade. Nos procedimentos da análise, trabalhamos com os dados na perspectiva metodológica da análise textual discursiva. Após esse estudo, é possível dizer que o papel da pesquisa nesta instituição para os professores pesquisadores entrevistados é conhecer a realidade de maneira sistemática, organizada e planejada para poder conscientemente interferir nela como ciência edificante e socialmente relevante. Contudo, conforme evidenciado, inúmeras são as dificuldades do professor-pesquisador ao realizar essa atividade. A instituição ainda não possui uma política de pesquisa clara e estável que inclua financiamento e garantias de estabilidade para a realização das atividades da pesquisa e tem privilegiado determinadas áreas do saber em detrimento de outras.
Contido em Revista Educação, Cultura e Sociedade. 2014. Vol. 4, n. 1 (jun. 2014), p. 49-63
Assunto Pesquisa educacional
Universidade
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/131123
Arquivos Descrição Formato
000977456.pdf (262.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.