Repositório Digital

A- A A+

Entre dominações e apropriações, reproduções e criações, centralidades e periferias : práticas e espaços de representações de jovens do Guajuviras – Canoas/RS

.

Entre dominações e apropriações, reproduções e criações, centralidades e periferias : práticas e espaços de representações de jovens do Guajuviras – Canoas/RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Entre dominações e apropriações, reproduções e criações, centralidades e periferias : práticas e espaços de representações de jovens do Guajuviras – Canoas/RS
Autor Gamalho, Nola Patrícia
Orientador Heidrich, Álvaro Luiz
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geografia.
Assunto Espaço urbano
Guajuviras (Canoas, RS)
Juventude : Espaço urbano
Periferia
[en] Appropriation spaces
[en] Guajuviras (neighborhood)
[en] Spatial practices
[en] Youths
Resumo A presente tese tem como objetivo compreender a produção do espaço urbano a partir das práticas e representações de jovens do Bairro Guajuviras, espaço representado como uma periferia do município de Canoas, Região Metropolitana de Porto Alegre. O estudo parte da relação de coprodução entre juventudes e espaço de um bairro popular. Evidencia os conflitos inerentes às disputas representacionais que constituem, de um lado, imaginários urbanos que generalizam essas juventudes como problema e definem o bairro como espaço periférico e, de outro, produção de representações do espaço que reafirmam tanto o local, quanto os/as jovens. As narrativas e experiências desses/as jovens redirecionam as perspectivas teóricas para a compreensão do espaço no rompimento com as dualidades centro-periferia, desconstruindo os estereótipos embasados nas hierarquias sócio-espaciais e orientando para perspectivas que evidenciam as diferenças, aqui acentuadas na elaboração conceitual do bairro popular. Dessa forma, a pesquisa percorre a produção do Guajuviras nos diálogos a partir das teorias da produção do espaço de Henri Lefebvre (2013), as práticas microbianas de Michel de Certeau (2009) e as concepções de ator e agente de Guy Di Méo e Pascal Buléon (2007). As práticas espaciais identificadas nas narrativas dos/as jovens do Guajuviras orientam pelo reconhecimento de práticas de apropriação do espaço urbano no bairro, através das relações de convivência e dos usos de ruas e praças como espaços de permanência e sociabilidade e, nos espaços metropolitanos mais distantes, nas relações de trabalho e comunidades de sentido (BERGER; LUCKMANN, 2004). A relação juventude-espaço revela feições do urbano de coprodução entre espaços e sujeitos através das trajetórias de vida e formas de inserção nas relações sociais do bairro e do espaço metropolitano. Dessa forma, a pesquisa demonstra os processos de produção do espaço através de relações de condicionamentos e transgressões, identifica aspectos e conflitos do urbano através dos quais são indicadas perspectivas para pensar o bairro popular e suas juventudes.
Abstract This thesis aims to understand the production of the urban space from the practices and representations of young people of Guajuviras neighborhood, space represented as a popular suburb of Canoas city, in the metropolitan area of Porto Alegre. The study starts from the co-production relationship between youths and space of a popular neighborhood. It shows the inherent conflicts of the representational disputes that, on one hand, constitute some urban imaginary that generalize these youths as a problem and define the neighborhood as a peripheral space and, on another hand, the production of space representations that reaffirm the local and also the young people. The narratives and experiences of these young people redirect the theoretical perspectives to the understanding of the space in the rupture with the centre-periphery dualities, deconstructing stereotypes grounded in socio-spatial hierarchies and guiding to perspectives that show the differences, here accented in the conceptual elaboration of the popular neighborhood. Thus, the research explores the production of Guajuviras in the dialogues from the space production theories of Henri Lefebvre (2013), the microbian practices of Michel de Certeau (2009), and the concepts of actor and agent of Guy Di Méo and Pascal Buléon (2007). The spatial practices identified in the narratives of the Guajuviras youths guide trough the recognition of appropriation practices of the urban space, trough the conviviality relationships and the use of streets and squares of the neighborhood as permanency and sociability spaces and, in the most distant metropolitan spaces, in the work relationships and in the sense communities (BERGER; LUCKMANN, 2004). The youth-space relationship reveals urban features of co-production between spaces and individuals trough the life trajectories and insertion ways in the social relations of the neighborhood and the metropolitan space. Thus, the study demonstrates the processes of space production trough the relations of conditioning and transgressions. It identifies aspects and conflicts of the urban space that allow indicate perspectives to think the popular neighborhood and its youths.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/131155
Arquivos Descrição Formato
000980216.pdf (6.875Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.