Repositório Digital

A- A A+

Efetividade da estratégia nacional para alimentação complementar saudável (ENPACS) na melhoria da alimentação complementar de crianças de 6 a 12 meses em Porto Alegre (RS)

.

Efetividade da estratégia nacional para alimentação complementar saudável (ENPACS) na melhoria da alimentação complementar de crianças de 6 a 12 meses em Porto Alegre (RS)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efetividade da estratégia nacional para alimentação complementar saudável (ENPACS) na melhoria da alimentação complementar de crianças de 6 a 12 meses em Porto Alegre (RS)
Autor Baldissera, Rosane
Orientador Giugliani, Elsa Regina Justo
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente.
Assunto Avaliação de programas e projetos de saúde
Nutrição do lactente
Suplementação alimentar
[en] Infant nutrition
[en] Program evaluation
[en] Supplementary feeding
Resumo Introdução: Em 2010, o Ministério da Saúde do Brasil lançou a Estratégia Nacional para Alimentação Complementar Saudável (ENPACS), com o objetivo de fortalecer as ações de promoção, proteção e apoio à alimentação complementar saudável na atenção primária. No entanto, a ENPACS não foi submetida a estudos de avaliação quanto ao seu impacto na qualidade da alimentação complementar das crianças atendidas nas unidades básicas de saúde (UBS) que aderiram a essa estratégia. Objetivo: O objetivo do presente estudo foi avaliar a efetividade da ENPACS na melhoria da alimentação complementar de crianças de 6 a 12 meses atendidas nas UBS da rede municipal de Porto Alegre (RS). Metodologia: Trata-se de um estudo avaliativo de impacto realizado entre 1º de novembro de 2012 e 21 de setembro de 2013, envolvendo 340 crianças com idades entre 6 e 12 meses, acompanhadas em 18 UBS. As mães e/ou cuidadores foram entrevistados e responderam um questionário contendo questões relativas aos alimentos consumidos pela criança no dia anterior. Os desfechos avaliados foram prevalência do consumo de verduras, legumes, frutas e alimentos não saudáveis, e de alimentos com consistência adequada para a idade. Para testar associações entre exposição (ENPACS) e desfechos, recorreu-se à regressão de Poisson com equações estimadas generalizadas. Resultados: A ENPACS associou-se a reduções de 32% no consumo de refrigerante e/ou suco industrializado, 35% no consumo de comidas industrializadas e 5% no consumo de alimentos não saudáveis em geral. Não houve aumento no consumo de frutas, legumes, verduras e alimentos com consistência adequada para a idade. Conclusão: O efeito positivo da estratégia foi apenas parcial, porém ela tem potencial de contribuir para a melhoria da alimentação infantil, haja vista sua efetividade na redução do consumo de alimentos não saudáveis.
Abstract Introduction: In 2010, the Brazilian Ministry of Health released the National Strategy for Healthy Complementary Feeding (Estratégia Nacional para Alimentação Complementar Saudável, ENPACS), with the aim of encouraging actions of promotion, protection, and support to healthy complementary feeding at the primary care level. However, the ENPACS has not been assessed in terms of its impact on the quality of complementary feeding in children seen at primary health care units that adopted the strategy. Objective: The aim of the present study was to assess the effectiveness of the ENPACS in improving the quality of complementary feeding in children aged 6 to 12 months followed at primary health care units of the municipality of Porto Alegre, state of Rio Grande do Sul. Methodology: This impact assessment study was conducted between November 1st 2012 and September 21st 2013. It involved 340 children aged 6 to 12 months followed at 18 health care units. Mothers/guardians were interviewed and answered a questionnaire on foods consumed by the child on the previous day. The outcomes assessed were prevalence of intake of green leaves, vegetables, fruits, and unhealthy foods, and prevalence of foods with an appropriate consistency for the age. Poisson regression with generalized estimating equations was used to test associations between exposure to the ENPACS and the outcomes. Results: The ENPACS was associated with reductions of 32% in the intake of soft drinks and/or processed fruit juices, 35% in the intake of processed foods, and 5% in the consumption of unhealthy foods in general. Conversely, no increase was observed in the intake of fruits, vegetables, and green leaves, or in the prevalence of foods with age-appropriate consistency. Conclusion: The positive effects of the strategy were partial, even though it has a potential to improve infant nutrition, based on the effectiveness in reducing the consumption of unhealthy foods.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/131183
Arquivos Descrição Formato
000979768.pdf (1.605Mb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.