Repositório Digital

A- A A+

Eficácia de duas soluções de clorexidina no controle da formação inicial do biofilme supra e subgengival

.

Eficácia de duas soluções de clorexidina no controle da formação inicial do biofilme supra e subgengival

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Eficácia de duas soluções de clorexidina no controle da formação inicial do biofilme supra e subgengival
Autor Santos, Gabriela Otero dos
Orientador Oppermann, Rui Vicente
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Biofilmes
Clorexidina
Resumo O objetivo do presente estudo foi comparar a capacidade de inibição da formação de biofilme supra e subgengival de duas soluções de clorexidina 0,12% uma com e outra sem álcool na sua formulação. Materiais e métodos: esse foi um ensaio clínico cruzado randomizado, duplo cego, de três braços com 35 alunos de odontologia. Foram três períodos experimentais de quatro dias e dois períodos de wash out de 10 dias cada um. Os participantes foram randomizados para três grupos diferentes: Grupo 1- clorexidina a 0,12% com álcool (CLXcom) (Periogard® Colgate®), Grupo 2 - clorexidina a 0,12% sem álcool (CLXsem) (Periogard® sem álcool Colgate®) e o Grupo 3 – placebo (PLA). Durante os três períodos os procedimentos mecânicos de higiene bucal foram suspensos e os participantes bochecharam as formulações duas vezes ao dia, 15 ml por 1 minuto. A presença de biofilme e zona livre de placa foram registrados em 24, 48, 72 e 96 horas. Foram registrados os relatos de efeitos adversos ao longo dos períodos experimentais. As preferências por parte dos participantes das três formulações foram medidas por uma escala hedônica. Resultados: bochechos com clorexidina, independente da presença de álcool, mantiveram um número significativamente maior de superfícies sem biofilme até a leitura final às 96 horas em relação ao placebo (p<0,01). O desaparecimento da zona livre de placa no lapso decorrido entre 48 e 72 horas e entre 72 e 96 horas se mostrou associado mais ao placebo do que às formulações de clorexidina. Bochechos de clorexidina com álcool estiveram associados a maior ocorrência de eventos adversos (20) em relação ao uso de clorexidina sem álcool (10) (p<0,01). Em relação à avaliação do gosto das substâncias, a clorexidina com álcool foi a solução com a pior avaliação sensorial. Conclusão: As formulações de clorexidina apresentaram efeito inibitório na formação do biofilme supragengival e exclusão da zona livre de placa significativamente melhores do que o placebo, porém sem diferenças entre si. A solução de clorexidina com álcool esteve associada a um maior numero de efeitos adversos e pior aceitação pelos usuários.
Abstract The aim of this study was to compare the inhibitory effect on the supra and subgingival biofilm formation from two 0.12% chlorhexidine solutions with and without alcohol in the formulation. Methods: A crossover, randomized, double-blind, three-arm clinical trial, was conducted among 35 dental students.Three four-day experimental periods and two ten days wash-out periods were carried out. Participants were randomized to three different groups: Group 1 chlorhexidine to 0.12% alcohol (CLXcom) (Periogard® Colgate), Group 2 - chlorhexidine 0.12% without alcohol (CLXsem) (Periogard® No Alcohol Colgate) and Group 3 - Placebo (PLA). During the three periods mechanical oral hygiene procedures were suspended and participants were instructed to use the mouthwash formulations twice a day, 15 mL for 1 minute. Plaque formation and plaque free zone were recorded at 24, 48, 72 and 96 hours. Adverse events reported by the subjects were recorded and a facial hedonic scale was used in order to evaluate the taste perception. Results: mouthwashes with chlorhexidine, independent of the presence of alcohol, maintained a greater number of surfaces without biofilm compared to placebo (p <0.01). The extinction of plaque free zone between 48 and 72 hours and between 72 and 96 hours was associated to a greater extend with placebo as compared to the chlorhexidine formulations. Regarding substances taste evaluation, chlorhexidine with alcohol showed the worst sensory evaluation, the worst taste. Chlorhexidine with alcohol was associated with a higher prevalence of reported adverse effects (18) compared to chlorhexidine without alcohol ( 9) (p<0,01). Conclusion: chlorhexidine formulations showed significantly better inhibitory effect on the formation of supragingival biofilm and plaque free zone extinction than placebo,with no differences between chlorhexidine solutions. The formulation of chlorhexidine with alcohol was associated with a greater number of adverse effects and worse acceptance by users
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/131251
Arquivos Descrição Formato
000979978.pdf (1.234Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.