Repositório Digital

A- A A+

Preservação do membro em cães com osteossarcoma apendicular através da técnica de congelamento em nitrogênio líquido: viabilidade em cadáveres e aplicação clínica

.

Preservação do membro em cães com osteossarcoma apendicular através da técnica de congelamento em nitrogênio líquido: viabilidade em cadáveres e aplicação clínica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Preservação do membro em cães com osteossarcoma apendicular através da técnica de congelamento em nitrogênio líquido: viabilidade em cadáveres e aplicação clínica
Autor Gouvea, Aline Silva
Orientador Alievi, Marcelo Meller
Co-orientador Sonne, Luciana
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Cirurgia veterinaria : Caes
Crioterapia
Oncologia veterinaria
Osteossarcoma
Tumores osseos
[en] Bone tumor
[en] Canine
[en] Cryotherapy
Resumo Dentre os tumores ósseos que acometem os cães, o osteossarcoma (OSA) ou sarcoma osteogênico é o mais frequentemente diagnosticado e representa cerca de 85 % das neoplasias de origem esquelética. Acomete mais cães de raça grande e gigante, com idade média de sete anos, envolvendo, geralmente, a metáfise de ossos longos. Os principais sinais clínicos são claudicação e aumento de volume no membro afetado. Ao exame radiográfico obtêm-se imagens compatíveis com neoplasia óssea, sendo utilizada a biópsia com exame histopatológico como diagnóstico definitivo. A terapêutica comumente indicada é a amputação do membro, seguida de quimioterapia. No entanto, a preservação do membro afetado e outras técnicas mais recentes de tratamento, têm sido utilizadas com o propósito de melhorar a qualidade de vida e a sobrevida do animal. As razões mais comuns para a realização da preservação do membro são pacientes com afecções neurológicas ou ortopédicas concomitantes, que contra indicam a amputação radical ou tutores relutantes em aceitar a amputação, muitas vezes preferindo a eutanásia à amputação. Existem muitas técnicas para preservação do membro, porém ainda com muitas complicações e limitações. Em razão disso, o objetivo do presente estudo é descrever a técnica de preservação de membro através de pedículo congelado em nitrogênio líquido utilizando cadáveres de cães e avaliação da mesma associada à quimioterapia adjuvante em pacientes com tumores ósseos. Para descrição da técnica foram realizadas 30 cirurgias, sendo 15 na região distal de rádio-ulna e 15 na região distal de tíbia. A técnica cirúrgica empregada consistiu na desarticulação do rádio ou da tíbia distal, com divulsão dos tecidos moles, criando assim o pedículo ósseo a ser tratado através do congelamento, seguindo protocolo recomendado por Tsuchiya et al. (2005). Neste, o pedículo permanece submerso 20 minutos no nitrogênio líquido, depois 15 minutos a temperatura ambiente e 10 minutos em água destilada, sendo que sua descrição foi realizada utilizando cadáveres de cães descongelados. A técnica pedicular também foi aplicada em cinco pacientes, sendo três na região de rádio distal, um em fêmur proximal e outro em fêmur distal. Em todos pacientes foi possível a realização da cirurgia sem conversão imediata para amputação. Foram realizados controles radiográfico e clínico, mensalmente no pós-operatório. O uso funcional do membro operado foi de bom a excelente em todos os casos. Em dois pacientes houve infecção, em um houve recidiva e outro desenvolveu necrose dérmica. E em um paciente não houve qualquer tipo de complicação. O tempo médio de sobrevida não foi menor estatisticamente do que o grupo controle que realizou amputação e quimioterapia. É possível concluir que apesar das complicações encontradas é uma técnica factível e que não alterou a expectativa de vida dos pacientes, porém exige estudos em uma população maior para que possa ser considerada opção cirúrgica na medicina veterinária.
Abstract Among the bone tumor affecting dogs, osteosarcoma (OSA) or osteogenic sarcoma is the most often diagnosed and represents about 85% of tumors of skeletal origin. It affects more large or giant dog breeds, at an average age of seven years old, usually involving the metaphysis of long bones. The main clinical signs are lameness and swelling in the affected limb. Radiographic exam is compatible with bone cancer images, being the biopsy and histopathological examination used as a definitive diagnosis. The therapy commonly applied is limb amputation followed by chemotherapy. However, the preservation of the affected limb and other newer treatment techniques have been used for the purpose of improving the quality of life and survival of the animal. The most common reasons for the limb sparing procedure are patients with concomitant neurological or orthopedic conditions that contraindicate radical amputation or owners reluctant to accept the amputation, often preferring euthanasia to amputation. There are many techniques for limb sparing, but still have many complications and limitations. For this reason the aim of this study is to describe the technique of limb sparing through pedicle frozen in liquid nitrogen using cadaver dogs, and assessing the technique in patients with bone tumors associated with adjuvant chemotherapy. Thirty experimental surgeries were performed to describe the technique, 15 surgeries in the distal region of the radius-ulna and 15 surgeries in the distal tibia. In both groups the surgical technique consisted in releasing the radio and distal tibia, with divulsion of the soft tissues and disarticulation, thus creating the pedicle to be treated by freezing following the protocol recommended by Tsuchiya et al. (2005), wherein the pedicle remains immersed 20 minutes in liquid nitrogen, 15 minutes at room temperature and 10 minutes in distilled water, and his description was possible using thawed cadaver dogs. The pedicle technique was applied to five patients, three in the distal radius region, one in proximal femur and the other in the distal femur. The surgery was possible in all patients without being necessary conversion. Radiographic and clinical controls were performed monthly. The functional use of the operated limb was good to excellent in all cases. In two patients there was infection, and one local recurrence, other dermal necrosis and one patient did not have any kind of complication. The average survival time was not statistically lower than the control group that underwent amputation and chemotherapy. It was concluded that despite the complications encountered, it is a feasible procedure and did not change the life expectancy of patients, but requires further study in a larger population in order to be considered as a surgical option in veterinary medicine.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/131257
Arquivos Descrição Formato
000980998.pdf (4.911Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.