Repositório Digital

A- A A+

Estado nutricional e hábitos alimentares de dependentes químicos em tratamento ambulatorial

.

Estado nutricional e hábitos alimentares de dependentes químicos em tratamento ambulatorial

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estado nutricional e hábitos alimentares de dependentes químicos em tratamento ambulatorial
Outro título Nutritional status and food habits of drug addicts in an ambulatory treatment
Autor Ferreira, Isadora Borne
Paiva, Camila Bosse
Narvaez, Joana Corrêa de Magalhães
Bosa, Vera Lúcia
Resumo Objetivo: Identificar o estado nutricional e hábitos alimentares de pacientes masculinos em recuperação de dependência química em acompanhamento ambulatorial de uma unidade de adição. Métodos: Estudo transversal com 25 pacientes adultos em tratamento ambulatorial para dependência química. Foram aferidos parâmetros antropométricos (peso, estatura, circunferência da cintura e índice de massa corporal) e de composição corporal (bioimpedância elétrica), e foram investigados hábitos alimentares (Questionário de Frequência Alimentar – QFA). As variáveis categóricas são apresentadas como frequências e percentuais e as variáveis contínuas, como média e desvio-padrão ou como mediana e intervalo interquartil. Resultados: Observou- se índice de massa corporal médio de 27,73 ± 4,15 kg/m², com prevalência de sobrepeso de 80% e obesidade de 8%. A média da circunferência da cintura foi de 96,60 ± 9,84 cm e a de percentual de gordura corporal, de 23,24 ± 6,44. A maior parte da amostra estudada [20 (80%)] refere realizar quatro ou mais refeições por dia e 72% referiram aumento do consumo alimentar no período de abstinência. A preferência por alimentos específicos no período de abstinência foi relatada por 12 (48%) pacientes. Em relação ao consumo de alimentos ultraprocessados, destaca-se o consumo diário de pão francês (68%), pães brancos de forma (16%), sucos artificiais (48%), refrigerantes (32%), queijo amarelo (36%), embutidos com alto teor de gordura (36%) e balas e chicletes (32%). Conclusão: Os resultados mostram prevalência elevada de sobrepeso e obesidade, além de medida de circunferência da cintura alterada, relato de aumento da ingestão alimentar e consumo diário e semanal elevado de alimentos ultraprocessados.
Abstract Objective: To identify the nutritional status and dietary habits of male patients recovering from chemical dependency in an ambulatory treatment of an addition unit. Methods: Crosssectional study with 25 male patients in ambulatorial treatment for chemical dependency. Anthropometric parameters (weight, height, waist circumference and body mass index) and body composition (bioelectrical impedance) were measured and dietary habits (Food Frequency Questionnaire) were investigated. Categorical variables are shown as frequencies and percentages and continuous variables as mean and standard deviation or as median and interquartile range. Results: It was found a body mass index mean of 27.73 ± 4.15 kg/m², with a prevalence of overweight in 88% of the sample. The waist circumference mean was 96.60 ± 9.84 cm and a percentual body fat mass of 23.24 ± 6.44. The sample majority [20 (80%)] refers do four or more meals a day and 72% reported an increased food intake during the period of abstinence. The preference for specific foods during the abstinence period was reported by 12 (48%) patients. Regarding the consumption of ultra-processed foods, there is a highlight daily consumption of French bread (68%), white pan bread (16%), artificial juices (48%), soft drinks (32%), high-fat cheese (36%), high-fat processed meat (36%), candy and gum (32%). Conclusion: The study reveals a high prevalence of overweight and obesity, as well as altered waist circumference, increased food intake and daily and weekly consumption of ultra-processed foods.
Contido em Jornal brasileiro de psiquiatria. Rio de Janeiro. Vol. 64, n. 2 (abr./jun. 2015), p. 146-153
Assunto Estado nutricional
Hábitos alimentares
Transtornos relacionados ao uso de drogas
[en] Drug addiction
[en] Food habits
[en] Nutritional status
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/131290
Arquivos Descrição Formato
000980469.pdf (103.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.