Repositório Digital

A- A A+

Avaliação e tratamento da hiperglicemia em pacientes graves

.

Avaliação e tratamento da hiperglicemia em pacientes graves

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação e tratamento da hiperglicemia em pacientes graves
Outro título Assessment and treatment of hyperglycemia in critically ill patients
Autor Viana, Marina Verçoza
Moraes, Rafael Barberena
Fabbrin, Amanda Rodrigues
Santos, Manoella Freitas
Gerchman, Fernando
Resumo A hiperglicemia é um problema frequentemente encontrado em pacientes graves em ambiente de terapia intensiva. Sua presença se associa ao aumento da morbidade e da mortalidade, independentemente da causa da admissão (infarto agudo do miocárdio, condição após cirurgia cardiovascular, acidente vascular cerebral e sepse). Entretanto, permanecem muitas dúvidas com relação à fisiopatologia e, particularmente, em relação ao tratamento da hiperglicemia no paciente graves. Na prática clínica, devem ser levados em consideração diversos aspectos para o controle desses pacientes, inclusive os alvos de glicemia, o histórico de diabetes mellitus, a via de nutrição (enteral ou parenteral) e o equipamento de monitoramento disponível, o que aumenta substancialmente a carga de trabalho dos profissionais envolvidos nesse tratamento. Esta revisão descreveu a epidemiologia, a fisiopatologia, o tratamento e o monitoramento da hiperglicemia no paciente adulto grave.
Abstract Hyperglycemia is a commonly encountered issue in critically ill patients in the intensive care setting. The presence of hyperglycemia is associated with increased morbidity and mortality, regardless of the reason for admission (e.g., acute myocardial infarction, status post-cardiovascular surgery, stroke, sepsis). However, the pathophysiology and, in particular, the treatment of hyperglycemia in the critically ill patient remain controversial. In clinical practice, several aspects must be taken into account in the management of these patients, including blood glucose targets, history of diabetes mellitus, the route of nutrition (enteral or parenteral), and available monitoring equipment, which substantially increases the workload of providers involved in the patients' care. This review describes the epidemiology, pathophysiology, management, and monitoring of hyperglycemia in the critically ill adult patient.
Contido em Revista brasileira de terapia intensiva. Vol. 26, n. 1 (jan.-mar. 2014), p. 71-76
Assunto Diabetes mellitus
Estado terminal
Hiperglicemia
Metabolismo
Métodos
Terapia
Terapia intensiva
[en] Critical care
[en] Glucose
[en] Hyperglycemia
[en] Myocardial infarction
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/131291
Arquivos Descrição Formato
000980424.pdf (168.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000980424-02.pdf (159.6Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.