Repositório Digital

A- A A+

Redução da massa de resíduos sólidos de curtumes ao longo da biodegradação

.

Redução da massa de resíduos sólidos de curtumes ao longo da biodegradação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Redução da massa de resíduos sólidos de curtumes ao longo da biodegradação
Autor Haubert, Gustavo
Orientador Gutterres, Mariliz
Co-orientador Agustini, Caroline Borges
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo A utilização de sais de cromo no processo de curtimento confere aos resíduos oriundos de curtume a classificação de resíduos perigosos, estando esses enquadrados como resíduos perigosos de Classe I de acordo com a NBR 10004, necessitando de um destino final adequado. Cerca de 85% dos resíduos sólidos de curtume, no Brasil, tem como destino aterros industriais perigosos. Estes resíduos, quando dispostos em aterros não controlados, podem causar problemas ambientais tais como emissão de gases e vazamento de chorume para águas subterrâneas. O processo de estabilização desses resíduos em aterros é lento e pode causar riscos para a saúde humana e ao meio ambiente. Este trabalho teve como objetivo avaliar a redução de massa de resíduos sólidos provindos de curtumes, que realizam curtimento com cromo, através do tratamento com biodegradação. Para isso foi preparado um experimento com 10 biorreatores, para tratar o lodo proveniente de uma estação de tratamento de resíduos líquidos de curtume. Cada biorreator recebeu lodo adensado, farelo de couro wet-blue e uma solução nutriente para auxiliar o início da biodegradação. Foi monitorada a produção de biogás nos biorreatores até a sua abertura. Dois biorreatores foram abertos a cada 15 dias de experimento. Após a abertura, o conteúdo do biorreator foi posto para secagem em estufa à 100°C e, após volume constante, pesado. Comparando-se os valores de massa obtidos com um valor de referência, que não sofreu biodegradação, todos os biorreatores reduziram a massa de resíduo sólido inicial. A máxima redução de massa praticamente já foi atingida na primeira abertura (15° dia), chegando a 19,74%, pouco abaixo da última abertura, que apresentou redução de 21,76%. A partir desses resultados, acredita-se que 75 dias de experimento não são tempo suficiente para a total biodegradação da matéria orgânica nas configurações utilizadas, pois ainda havia produção de biogás e, consequentemente, provável redução de massa.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/131329
Arquivos Descrição Formato
000981399.pdf (855.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.