Repositório Digital

A- A A+

Estudo de caso de melhoria no processo de mosturação de uma cervejaria no RS

.

Estudo de caso de melhoria no processo de mosturação de uma cervejaria no RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo de caso de melhoria no processo de mosturação de uma cervejaria no RS
Autor Bandinelli, Paola Cunha
Orientador Rossi, Daniele Misturini
Co-orientador Hickert, Lilian Raquel
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo O setor cervejeiro atualmente movimenta uma cadeia produtiva responsável por 15 % da indústria de transformação no Brasil. A mosturação é a primeira operação unitária da sala de brassagem e tem papel fundamental no perfil sensorial da cerveja. Sendo a mosturação uma etapa com duração significativa, a busca por melhorias de processo que levem a um aumento de produtividade da sala de brassagem é de grande interesse das cervejarias. Nesse contexto, foi realizada uma proposta para melhoria de processo em uma cervejaria do estado do RS, com capacidade de produção de aproximadamente 700.000 hL por mês. Através do acompanhamento da mosturação e dos índices de qualidade, identificou-se pontos que poderiam ser otimizados alterando-se o tempo de repouso e a temperatura da rampa de mosturação. Com isso, foram realizadas quatro variações diferentes da curva de mosturação original. Com estas variações pôde-se observar que o tempo de 24 minutos e a temperatura de 46,5 oC apresentaram os melhores resultados de concentração de aminoácidos livres no mosto (FAN), 207mg.L-1. Para o segundo repouso, o tempo de 11 minutos e temperatura de 62oC foi a melhor condição para a concentração de maltose desejada. O terceiro repouso foi definido em 9 minutos e 72 oC, pois a reação com iodo apresentou coloração dourada ao final do repouso e o grau de sacarificação não superou o limite superior de 0,2 dE. Tendo em vista o tempo total da etapa de mosturação, a nova curva de mosturação proposta teve 26 minutos de duração a menos do que a curva inicial, a qual utilizava o tempo total de 130 minutos. A nova curva não resultou em impactos significativos nos parâmetros de qualidade do mosto e aumentou a produtividade do processo.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/131362
Arquivos Descrição Formato
000981589.pdf (1.512Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.