Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento e análise de tensões de tubulação normatizada e estudo dos fatores intensificadores de tensão

.

Desenvolvimento e análise de tensões de tubulação normatizada e estudo dos fatores intensificadores de tensão

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento e análise de tensões de tubulação normatizada e estudo dos fatores intensificadores de tensão
Outro título Development and stress analysis of a code piping and study of the stress intensification factors
Autor Frichenbruder, Miguel Kühnert
Orientador Miguel, Letícia Fleck Fadel
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Mecânica.
Assunto Engenharia mecânica
[en] ASME B31.3
[en] Piping
[en] Stress analysis
[en] Stress intensification factor
Resumo Este trabalho apresenta o desenvolvimento de uma tubulação normatizada de processos em alta temperatura e pressão através do software Caesar II. A análise de tensões é primeiramente executada conforme as exigências da ASME B31.3. Então se realiza uma análise de tensões elástica e elástica-plástica nos componentes por elementos finitos (Abaqus) para auxiliar a compreender a metodologia da norma e avaliar se os fatores intensificadores de tensão (SIF) foram capazes de reproduzir efeitos de mudança de geometria. O SIF estimou a máxima tensão secundária nos componentes os quais ocorreu plastificação, com diferença máxima de 25,6%. Contudo, os fatores intensificadores de tensão não previram com precisão quais eram os valores de máxima tensão primária nos componentes – diferença de até 132,6 %.
Abstract This study presents a development of a high temperature and pressure standardized process piping by the software Caesar II. Initially the stress analysis is made using the ASME B31.3 code. Thus, it was done an elastic and elastic-plastic stress analysis on the components by finite elements (Abaqus) to aid to understand the methodology and to evaluate if the stress intensification factors (SIF) were able to pretend the geometric change effect. The SIF estimated the maximum secondary stress within maximum difference of 26.5%. However, the stress intensification factor could not evaluate with precise the maximum primary stress – difference about 132.6%.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/131365
Arquivos Descrição Formato
000981014.pdf (1.644Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.