Repositório Digital

A- A A+

Estudo de metodologias para conversão entre curvas ASTM D-86 e TBP

.

Estudo de metodologias para conversão entre curvas ASTM D-86 e TBP

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo de metodologias para conversão entre curvas ASTM D-86 e TBP
Outro título Estudo de metodologias para conversão entre curvas ASTM D-86 e True Boiling Point
Autor Novakoski, Rochele Teribele
Orientador Staudt, Paula Bettio
Co-orientador Soares, Rafael de Pelegrini
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo Hoje, visando o melhor aproveitamento da matéria-prima disponível e, consequentemente, o melhor retorno econômico, refinarias em todo mundo lançam mão de ferramentas que possibilitem o monitoramento e caracterização periódica dos óleos a serem processados. Existem inúmeras técnicas experimentais que permitem estas análises, sendo as principais: True Boiling Point (TBP), ASTM D-86 e ASTM D-2887 (Simulated Distillation by Gas Chromatography - SD). Destas, a que resulta em uma medida mais direta da composição é a análise TBP. Contudo, esta técnica requer um elevado tempo de análise (até 48 horas) e possui um alto custo associado, não sendo, desta forma, uma ferramenta viável para ser utilizada para monitoramento diário da qualidade tanto da matéria-prima quanto de produtos. A metodologia ASTM D-86, por sua vez, apresenta resultados em 45 minutos de análise, sendo mais simples e com baixo custo. Entretanto, a curva de destilação resultante apresenta uma faixa menor de temperaturas de ebulição do que é visto na realidade. Desta forma, para que possa ser utilizada como uma ferramenta de monitoramento diário, é necessário que sejam usadas equações de “correção”, ou seja, modelos matemáticos que permitam a conversão dos dados obtidos pela ASTM D-86 em TBP. Hoje, ainda existem incertezas acerca da assertividade de modelos propostos na literatura. Por isso, no presente trabalho foram estudados métodos alternativos que possibilitem esta conversão. Tomando como base o modelo de distribuição de Riazi, que descreve a curva de destilação obtida por qualquer método em função apenas de três parâmetros, foram propostas equações com base em dados experimentais encontrados na literatura para 33 petróleos nas quais os parâmetros da equação para a análise TBP são determinados como funções destes mesmos parâmetros, mas calculados a partir dos dados experimentais ASTM D-86. As curvas finais de destilação TBP aproximadas pelo modelo de conversão proposto foram comparadas tanto com valores experimentais quanto com a curva obtida por um dos modelos clássicos de conversão publicados na literatura (Riazi-Daubert) sendo que o método proposto apresentou uma aproximação melhor do que este. Contudo, para validação completa do novo método, mais análises são necessárias. Entre elas: expansão e aplicação do modelo a novos conjuntos de dados e utilização de um modelo de distribuição que caracterize a gravidade específica em função da fração de óleo destilada.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/131379
Arquivos Descrição Formato
000981595.pdf (1.660Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.