Repositório Digital

A- A A+

O processo de conhecimento em música : constatações de uma abordagem não-tonal na aprendizagem

.

O processo de conhecimento em música : constatações de uma abordagem não-tonal na aprendizagem

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O processo de conhecimento em música : constatações de uma abordagem não-tonal na aprendizagem
Autor Grossi, Cristina de Souza
Orientador Martins, Raimundo
Data 1990
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Curso de Pós-Graduação em Musica.
Assunto Educação musical
Educacao musical : Musica nao-tonal
Educacao musical : Musica tonal
Musica nao-tonal : Aprendizagem
Musica tonal : Aprendizagem
Processo de conhecimento : Musica
Tese
Resumo A música gera conhecimento e tem significado porque opera com forma especial na percepção e na cognição humana. A educação musical é uma das alternativas que configuram uma sólida aprendizagem da música. Tem a função de acionar e desenvolver tanto a capacidade no indivíduo para compreender as relações que possibilitam a expressão, quanto os mecanismos cognitivos presentes nos processos de organização sonora. No mundo ocidental convivem, lado a lado, dois tipos de música e, consequentemente, dois tipos de abordagens educacionais, com características organizacionais próprias e diferenciadas, aqui denominadas tonal e não-tonal. A proposta desta pesquisa é identificar os meios de estruturação presentes na música tonal, na música não-tonal. Mais especificamente, identificar, analisar e comparar as formas de conhecimento musical existentes nas abordagens tonal e não-tonal, na aprendizagem. Como processo e tradição cultural, a prática da música tonal tem gerado e desenvolvido, nos individuas, modelos sonoros de organização e relações sonoras caracteristicas que, por sua vez, vem gerando hábitos e disposiçôes, orientando perceptiva e cognitivamente os indivíduos. As abordagens não-tonais convivem ou esbarram com os referenciais existentes na mente dos individuas tonalmente aculturados. Procurando ampliar a experiéncia musical, valorizam os processos criativos por meio da vivência e da prática musical. Tais abordagens têm contribuído de forma significativa para a eficiência da aprendizagem de um modo geral. Os processos estruturais são construidos e desenvolvidos gradativamente, como na abordagem tonal. A aprendizagem fundamentada na música do Século XX aponta caminhos e possibilidades perceptivas e cognitivas, em favor do conhecimento da música como um todo.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/131391
Arquivos Descrição Formato
000044125.pdf (31.37Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.