Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da política pública de saúde no Rio Grande do Sul : evolução, demanda e perspectivas

.

Avaliação da política pública de saúde no Rio Grande do Sul : evolução, demanda e perspectivas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da política pública de saúde no Rio Grande do Sul : evolução, demanda e perspectivas
Autor Soares, Thiago Strey
Orientador Silva, Rosimeri de Fatima Carvalho da
Data 2015
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de especialização em Gestão Pública (UAB).
Assunto Gestão em saúde
Políticas públicas
Resumo As políticas públicas compreendem um conjunto de decisões e ações direcionadas à solução de problemas políticos. Já a política de saúde depende de ações articuladas e coordenadas entre os diferentes atores sociais para ser executada. Assim, é importante estar atento para perceber as necessidades da população e como a transição demográfica influencia na concepção de novos programas e ações para promover a saúde. Deste modo, o objetivo do presente trabalho foi realizar uma revisão bibliográfica através de dados disponíveis em instituições e departamentos de pesquisas, a fim de avaliar os vários indicadores sociais e registros administrativos referentes ao nosso estado. Observou-se que o Rio Grande do Sul apresenta crescimento populacional abaixo da média brasileira, expectativa de vida superior ao restante dos estados e uma tendência de envelhecimento da população. Os recursos financeiros aplicados em saúde estão abaixo da meta estabelecida em lei, embora tenham aumentado nos últimos anos. Há leitos hospitalares, profissionais e equipamentos de diagnóstico por imagem em números adequados aos parâmetros estabelecidos pelo ministério da saúde, embora isto não queira dizer que estão bem distribuídos para atender toda a demanda. Além disso, a busca por planos de saúde tem aumentado a cada ano. Conclui-se, portanto, que o Rio Grande do Sul investe prioritariamente na atenção básica, como se pode ver nos bons indicadores de cobertura de vacinação, e não tem conseguido acompanhar o aumento da demanda por atendimento hospitalar. Uma das consequências é que os cidadãos precisam recorrer à saúde suplementar para ter a sua demanda atendida.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/131568
Arquivos Descrição Formato
000978382.pdf (343.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.