Repositório Digital

A- A A+

Thoreau : moralidade em primeira pessoa

.

Thoreau : moralidade em primeira pessoa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Thoreau : moralidade em primeira pessoa
Autor Medeiros, Eduardo Vicentini de
Orientador Techio, Jônadas
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia.
Assunto Filosofia moral
Thoreau, Henry David 1817-1862
Transcendentalismo : Estados Unidos
Resumo A presente tese carrega o ônus de afirmar a relevância dos textos de Henry David Thoreau para a filosofia moral. Duas estratégias paralelas foram utilizadas para cumprir a tarefa. A primeira consiste na discussão pormenorizada de um conjunto de autores que apresentaram para Thoreau diferentes visões sobre a moralidade e o papel da filosofia na tecitura de uma vida digna de ser vivida: o Unitarismo de William Ellery Channing, as doutrinas do Scottish Common Sense de Dugald Stewart e Thomas Reid, o utilitarismo teológico de William Paley, o intuicionismo racional dos Platonistas de Cambridge (representados aqui por Ralph Cudworth), Orestes Brownson e Ralph Waldo Emerson – dois dos principais nomes do Transcendentalismo da Nova Inglaterra e Samuel Taylor Coleridge, Victor Cousin e Thomas Carlyle – primeiros intérpretes do Idealismo Alemão para o mundo de língua inglesa. A segunda estratégia articula a reação de Thoreau a essas diferentes posições sobre a moralidade, mostrando como, a partir dessa reação, ele foi capaz de formular um exercício de pensamento moral, cristalizado, emblematicamente, na escritura de Walden. O conceito de “identidade ficcional” foi pensado para capturar as diferentes técnicas utilizadas nesse exercício.
Abstract The present thesis carries the burden of asserting the relevance of Henry David Thoreau´s texts for moral philosophy. Two parallel strategies have been used to complete the task. The first is a thorough discussion of a group of authors who presented to Thoreau different views on morality and the role of philosophy in the weaving of a life worthy of being lived: William Ellery Channing´s Unitarianism, the doctrines of the Scottish Common Sense - Dugald Stewart and Thomas Reid, William Paley´s theological utilitarianism, rational intuitionism of Cambridge Platonists (represented here by Ralph Cudworth), Orestes Brownson and Ralph Waldo Emerson - two of the leading names of New England Transcendentalism and Samuel Taylor Coleridge, Victor Cousin and Thomas Carlyle - first interpreters of German Idealism to the English-speaking world. The second strategy articulates Thoreau´s reaction to these different positions on morality, showing how, from this reaction, he was able to formulate an exercise in moral thinking, crystallized, emblematically, in the writing of Walden. The concept of "fictional identity" was designed to capture different techniques used in this exercise.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/131570
Arquivos Descrição Formato
000973782.pdf (1.282Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.