Repositório Digital

A- A A+

Testing intelligibility in english : the effects of positive vot and contextual information in a sentence transcription task

.

Testing intelligibility in english : the effects of positive vot and contextual information in a sentence transcription task

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Testing intelligibility in english : the effects of positive vot and contextual information in a sentence transcription task
Autor Schwartzhaupt, Bruno Moraes
Orientador Alves, Ubiratã Kickhöfel
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Ensino e aprendizagem
Falante nativo
Língua inglesa
Proficiência
[en] Intelligibility
[en] Native speakers of american english
[en] Proficient brazilian learners of english
[en] Voice onset time
Abstract The present study aimed to investigate the effects of Positive VOT (with or without contextual information) on the intelligibility of short English sentences produced by Brazilians to native speakers of American English (6) and proficient Brazilian learners (12). These 18 participants transcribed sentences produced with voiceless unaspirated and voiceless aspirated stop segments, with and without contextual information. Each participant transcribed 112 sentences through software E-Prime 2.0 (SCHNEIDER, ESCHMAN & ZUCCOLOTTO, 2012) with a response-time limit of 20 seconds. The data obtained from the task was analyzed objectively, assigning transcriptions to binary accurate (high intelligibility) or inaccurate (low-to-no intelligibility) categories. Overall, accuracy levels did not vary considerably amongst the 18 participants, although it can be said that native speakers of American English performed slightly better. The analysis of the transcriptions suggests that, while factors external to the variables controlled by this study might have played fundamental roles in the overall performance of the task, contextual information may possibly have remedied the absence of Positive VOT as a cue for achieving sentence intelligibility.
Resumo O presente estudo buscou investigar os efeitos do VOT Positivo (com ou sem informação contextual) na inteligibilidade de sentenças curtas em Inglês, produzidas por brasileiros, por parte de falantes nativos de Inglês Americano (6) e aprendizes proficientes de Inglês (12). Esses 18 participantes transcreveram sentenças com e sem informação contextual, produzidas com plosivas-alvo sonoras, surdas sem aspiração e surdas com aspiração. Cada participante transcreveu 112 sentenças através do software E-Prime 2.0 (SCHNEIDER, ESCHMAN & ZUCCOLOTTO, 2012) com um tempo-limite para respostas de 20 segundos. Os dados obtidos através da tarefa foram analisados objetivamente, dividindo as transcrições em categorias binárias “correta” (alto grau de inteligibilidade/inteligibilidade plena) e “incorreta” (baixo grau de inteligibilidade/inteligibilidade praticamente inexistente). Em geral, os níveis de acuidade não variaram consideravelmente entre os 18 participantes, embora possamos dizer que falantes nativos de Inglês Americano tiveram desempenho relativamente melhor. A análise das transcrições sugere que, enquanto é possível que fatores externos às variáveis controladas por este estudo tenham tido papel fundamental no desempenho dos participantes, a informação contextual talvez tenha remediado a falta do VOT Positivo como uma pista para atingir inteligibilidade.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/131639
Arquivos Descrição Formato
000978202.pdf (1.176Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.