Repositório Digital

A- A A+

Riqueza, abundância, composição de espécies e distribuição temporal de uma comunidade de anfíbios anuros no Parque Eólico de Osório, Rio Grande do Sul, sul do Brasil. & Composição de espécies de anuros da Planície Costeira do Rio Grande do Sul

.

Riqueza, abundância, composição de espécies e distribuição temporal de uma comunidade de anfíbios anuros no Parque Eólico de Osório, Rio Grande do Sul, sul do Brasil. & Composição de espécies de anuros da Planície Costeira do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Riqueza, abundância, composição de espécies e distribuição temporal de uma comunidade de anfíbios anuros no Parque Eólico de Osório, Rio Grande do Sul, sul do Brasil. & Composição de espécies de anuros da Planície Costeira do Rio Grande do Sul
Autor Mata, Claudia
Orientador Colombo, Patrick
Co-orientador Freire, Marcelo Duarte
Data 2015
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Especialização em Inventariamento e Monitoramento de Fauna.
Assunto Anuros
Planície costeira : Rio Grande do Sul
Resumo O presente estudo teve a finalidade de avaliar a riqueza, abundância, composição de espécies e a distribuição temporal (turno de vocalização e sazonalidade) da anurofauna em dois corpos d'água inseridos no Parque Eólico de Osório, no município de Osório, sul do Brasil. Foram realizados dois campos mensais em noites distintas para cada corpo d'água, sendo um alagado permanente (área I) e um alagado semi-permanente (área II), totalizando 24 noites de observação, entre o período de julho de 2013 a junho de 2014. A amostragem foi efetuada pelo método de Procura Visual e Auditiva noturna. Foram encontradas 19 espécies de anuros pertencentes às famílias, Hylidae (9), Leptodactylidae (7), Microhylidae (1), Bufonidae (1) e Odontophrynidae (1). De modo geral as duas áreas estudadas demonstraram similaridade entre a riqueza de espécies observadas, com a área I demonstrando a ocorrência de 18 espécies e a área II 17 espécies. O maior número de espécies e abundância de indivíduos foi no período de primavera e verão e o menor número no outono e inverno. Houve correlação entre a riqueza e a precipitação mensal e entre a abundância e a temperatura média mensal. Em capítulo a parte foi compilada uma lista de 12 levantamentos da anuroufauna da Planície Costeira do Rio Grande do Sul mostrando a riqueza regional e enfatizando as espécies raras, o status de conservação das espécies e a presença de unidades de conservação (UCs). Adicionalmente foi realizada uma análise de similaridade de espécies de anuros envolvendo esses inventários.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/131741
Arquivos Descrição Formato
000981527.pdf (2.004Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.