Repositório Digital

A- A A+

Echinococcus granulosus sensu lato and Taenia hydatigena in pig in southern Brazil

.

Echinococcus granulosus sensu lato and Taenia hydatigena in pig in southern Brazil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Echinococcus granulosus sensu lato and Taenia hydatigena in pig in southern Brazil
Outro título Echinococcus granulosus sensu lato e Taenia hydatigena em suínos no sul do Brasil
Autor Monteiro, Danieli Urach
Botton, Sonia
Tonin, Alexandre Alberto
Haag, Karen Luisa
Musskopf, Germano
Azevedo, Maria Isabel de
Weiblen, Carla
Ribeiro, Tatiana Correa
La Rue, Mario Luiz de
Abstract This study aimed to identify the parasitical etiologic agents of visceral cysts in pigs from the central/northern region of Rio Grande do Sul State, Brazil. Fifty-eight cysts were found in livers during veterinary inspection of swine slaughtered from January 2008 to 2012. Collected samples were submitted to macroscopic and molecular analyzes. Polymerase chain reaction (PCR), DNA sequencing and BLAST alignment of sequences was used to molecular characterization of the samples. By PCR 10.3% (6/58) of tested samples were positive for Echinococcus granulosus sensu lato and 56.9% (33/58) for Cysticercus tenuicollis. In this study, it was verified the occurrence of larval forms of E. granulosus sensu lato and Taenia hydatigena in pig herds from the central/northern region of Rio Grande do Sul State. The presence of both parasites is relevant due to the economic losses for the meat industry. Additionally, E. granulosus sensu lato has zoonotic importance and may be infecting pig herds in southern Brazil.
Resumo Neste estudo, buscou-se identificar os agentes etiológicos de origem parasitária em cistos nas vísceras de suínos oriundos sa região centro/norte do sEstado do Rio Grande do Sul, Brasil. Cinquenta e oito cistos foram encontrados durante a inspeção veterinária em fígados de suínos abatidos entre janeiro de 2008 a 2012. As amostras foram submetidas às análises macroscópicas e moleculares. Reação em cadeia da polimerase (PCR), sequenciamento de DNA e alinhamento das sequências no BLAST (bases de dados do GenBank) foram utilizados na caracterização molecular das amostras. Das amostras analisadas, 10,3% (6/58) foram positivas para Echinococcus granulosus sensu lato e 56,9% (33/58) para Cysticercus tenuicollis. Evidenciou-se a ocorrência de larvas de E. granulosus sensu lato e Taenia hydatigena em rebanhos suínos na região centro/norte do RS. A presença de ambos os agentes é relevante devido às perdas econômicas para a indústria de carnes. Além disso, destaca-se que E. granulosus sensu lato possui importância zoonótica e pode contaminar os rebanhos suínos no sul do Brasil.
Contido em Revista brasileira de parasitologia veterinária= Brazilian journal of veterinary parasitology. São Paulo, SP. Vol. 24, n. 2 (abr.-jun. 2015), p. 227-229
Assunto Echinococcus granulosus
Suínos
Taenia hydatigena
[en] Brazil
[en] Echinococcus granulosus sensu lato
[en] Pigs
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/131749
Arquivos Descrição Formato
000980605.pdf (580.7Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.