Repositório Digital

A- A A+

Monteiro Lobato : Um homem célebre & O engraçado arrependido - aspectos de comicidade em Cidades mortas

.

Monteiro Lobato : Um homem célebre & O engraçado arrependido - aspectos de comicidade em Cidades mortas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Monteiro Lobato : Um homem célebre & O engraçado arrependido - aspectos de comicidade em Cidades mortas
Autor Weller, Daniel
Orientador Fischer, Luís Augusto
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Assis, Machado de 1839-1908. Um homem célebre
Comicidade
Humor
Literatura brasileira : Conto : Conto
Lobato, Monteiro 1882-1948. Cidades mortas
Lobato, Monteiro 1882-1948. O engraçado arrependido
Resumo A recepção da obra adulta de Monteiro Lobato (1882-1948) está longe do sucesso de crítica e de público obtidos por seus livros para crianças. Complexo pela sua personalidade, pelos seus conflitos com o mundo das letras e por suas altas expectativas, Lobato foi acima de tudo um realizador que interferiu no contexto de sua época e causou estardalhaço com suas produções, principalmente da obra adulta, caracterizada pelo seu estilo simples e direto de abordar temas polêmicos. De forma geral, são recentes os trabalhos de revalorização da sua literatura para adultos, procurando corrigir equívocos, frutos de apagamentos e análises generalizantes. Apesar de sua produção diversificada, alguns comentadores destacam uma característica que estaria presente em toda a sua obra: seu pendor para o cômico. A presente dissertação procura investigar o humor de Lobato a partir da análise dos 35 textos de Cidades Mortas, publicado em 1919. A partir dos 15 aspectos de comicidade propostos por Vladímir Propp (1895-1970), procuraremos demonstrar que o cômico é um traço marcante e uma característica recorrente nesses textos, escritos entre 1900 e 1919. Para compreensão do cômico dos textos lobatianos e de como esse traço se relaciona com a sua trajetória, o contexto da Belle Époque brasileira é apresentado, momento em que havia no ar a dúvida do quanto o humor poderia ser prejudicial à carreira e ao prestígio simbólico dos escritores, além de poder ser interpretado como estar pouco engajado no projeto de construção nacional.
Abstract The reception of Monteiro Lobato’s adult work falls far short of the public acclaim of his children’s books. A multifaceted man due to his strong personality, his struggle with the literary world and his high expectations, Lobato (1882-1948) was, above all, an author who took action in the context of his time. He raised unrest through his writings, particularly with the adult ones, characterized by a simple and direct style in dealing with controversial themes. Generally speaking, only in recent times has academic research given rise to a new appreciation of his adult literary work. Attempts have been made to correct misconceptions, which are the product of obliterations and generalizing analyses. Despite his multifarious work, a number of commentators point out a feature which is presumably common to the whole of his writings: his inclination towards humour. The aim of the present master thesis is to investigate Lobato’s humour through the analysis of the thirty-five short stories of Cidades Mortas, a collection published in 1919. On the basis of the fifteen aspects of the comical proposed by Vladimir Propp (1895-1970) we seek to demonstrate that humour is a recurrent and striking feature of these stories, written between 1900 and 1919. In order to understand the comical in the Lobatian text and how it relates to his trajectory, we discuss the context of Brazilian Belle Époque, a time in which there were doubts as to whether humour could be harmful to a writer’s career and to his symbolic prestige, along with the fact that it could be interpreted as a sign of insufficient commitment to the nation-building process.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/131765
Arquivos Descrição Formato
000981334.pdf (2.845Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.