Repositório Digital

A- A A+

Orientação espacial e características urbanas

.

Orientação espacial e características urbanas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Orientação espacial e características urbanas
Autor Locatelli, Luciana
Orientador Reis, Antonio Tarcisio da Luz
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Arquitetura. Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional.
Assunto Ambiente urbano : Qualidade
Cidades : Santa Maria (RS)
Configuração espacial
Desempenho urbano
Desenho urbano
Espaço urbano
Meio ambiente : Comportamento
Percepcao ambiental
Percepção espacial
Satisfação
[en] Degree of familiarity
[en] Gender
[en] Spatial orientation (wayfinding)
[en] Urban characteristics
Resumo Essa pesquisa investiga a influência das variáveis físico-espaciais associadas à orientação nos espaços urbanos, a partir da percepção de grupos que diferem quanto ao gênero e grau de familiaridade com o espaço. O objetivo central é fornecer subsídios teóricos que possam auxiliar nas diretrizes de desenho urbano, de modo a garantir a maior facilidade na orientação espacial nos espaços urbanos, além de contribuir para um ambiente urbano de maior qualidade. Adotase a cidade de Santa Maria (RS) como objeto de estudo por constituir, principalmente, uma área onde a concentração de indivíduos com diferentes níveis de familiaridade com o espaço é significativa. Da mesma forma, por possuir espaços heterogêneos em termos das variáveis associadas aos aspectos físico-espaciais que tornam pertinente a comparação entre eles. Os métodos de coleta e análise de dados fazem parte dos utilizados na área de pesquisa Ambiente e Comportamento. Os dados foram obtidos a partir de duas etapas: (1) levantamento de arquivo, entrevistas e mapas mentais, e (2) levantamento físico, questionário e mapas mentais, sendo esta etapa precedida de uma tarefa envolvendo orientação espacial isto é, a realização de um percurso no Centro da cidade. Os resultados dessa investigação demonstram que existem relações evidentes entre os níveis de facilidade de orientação e as variáveis físico-espaciais associadas às características urbanas dos espaços. Primeiramente, fica evidente que a presença de marcos referenciais contribui positivamente para facilitar a orientação espacial. Para determinados espaços, a presença de sinalização, também tende a explicar os níveis de facilidade de orientação. Ademais, os resultados revelam que as medidas sintáticas, tais como, níveis de integração, Relativa Assimetria Real e inteligibilidade são consideradas importantes para as análises sobre navegação no espaço urbano. Espera-se que os dados encontrados despertem o interesse pelo desenvolvimento de outros estudos sobre a relação entre orientação espacial e características urbanas.
Abstract This research investigates the influence of the physic-spatial variables associated to orientation in urban spaces, from the perception of groups that differ in gender and degree of familiarity to the space. The central purpose is to provide theoretic knowledge that can suppose urban design guidelines, thus guaranteeing greater easiness at wayfinding in urban spaces, as well as contributing for a higher quality urban atmosphere. It is adopted as study object the city of Santa Maria (RS) for constituting, mainly, an area where the individuals' concentration with different levels of familiarity with the space is significant. Likewise, for containing heterogeneous spaces in terms of the variables associated to the physic-spatial aspects that render the comparison among them pertinent. The collecting methods and analyses of data are part of those used in the field of the research of the Environment and Behavior. The data were obtained through two stages: (1) field survey, interviews and mental maps, and (2) physical survey, questionnaire and mental maps, preceded by a task involving wayfinding, which means the accomplishment of a course Downtown. The results of this investigation show that there are quite evident relations between the easiness of orientation levels and the physic-spatial variables associated to the urban features of the spaces. Initially, it is evident that the presence of marks contributes positively to facilitate the spatial orientation. For certain spaces, the presence of signage also tends to explain the levels of orientation easiness. Moreover, the results reveal that the syntactic measures, such as integration levels, Relative Asymmetry, Real Relative Asymmetry and intelligibility, are considered important for the analyses of navigation in the urban space. It is expected that the found data rouse the interest on the development of other studies about the relationship between spatial orientation and urban characteristics.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/13185
Arquivos Descrição Formato
000641449.pdf (29.94Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.