Repositório Digital

A- A A+

Cultura visual e museus escolares : representações raciais no museu Lassalista (Canoas, RS, 1925-1945)

.

Cultura visual e museus escolares : representações raciais no museu Lassalista (Canoas, RS, 1925-1945)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Cultura visual e museus escolares : representações raciais no museu Lassalista (Canoas, RS, 1925-1945)
Autor Paz, Felipe Rodrigo Contri
Orientador Possamai, Zita Rosane
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Cultura visual
Identidade racial
Museu escolar
Representação
[en] Artifacts images
[en] Intuitive method
[en] Racial busts
[en] Racial education
[en] School museums
Resumo A seguinte pesquisa abordará o museu do antigo Instituto São José e suas imagensartefatos para o ensino dos tipos raciais humanos. Em levantamento realizado em museus e acervos localizados em espaços escolares na Região Metropolitana de Porto Alegre verificou-se no acervo da instituição Lassalista localizada em Canoas, a presença de bustos de gesso, representações dos diferentes tipos humanos. A partir deste dado empírico, algumas inquietações surgem em relação aos usos pedagógicos destas cabeças raciais e de como eram utilizadas no ensino. No momento do surgimento dos museus escolares no interior das escolas normais, teorias estavam povoando as discussões dos intelectuais da educação. A Poligenia teve influência nas escolas republicanas brasileiras que no momento moldavam seus currículos. Postulava sobre a existência de diferentes tipos humanos, cuja determinação se comprovava pela relação ou ação de vários genes na espécie. A diferença entre as raças superiores e as inferiores, que seriam fadadas à incivilidade e não poderiam ser responsabilizadas pelos seus atos contraventores eram verificáveis pela ciência. No Brasil, estas discussões teóricas contribuíram para o fortalecimento de uma interpretação sobre a existência de uma raça ideal, desejada à sociedade e justificada sob os prismas científico-biológicos, onde os comportamentos humanos passam a ser gradativamente encarados como resultado imediato de leis naturais e biológicas. Assim, o objetivo desta dissertação é verificar e analisar a utilização das imagens-artefatos (bustos e impressos) no ensino do antigo Instituto São José (La Salle/Canoas), e suas possíveis relações com o método intuitivo. Este estudo supõe que além dos bustos havia outros objetos, tais como os impressos dos livros que eram utilizados com vistas a aproximar os alunos dos tipos raciais, cuja caracterização embasava-se nas teorias científicas do contexto. Para isso, foram analisadas ainda as documentações institucionais, tais como Relatórios de Inspeção, Memórias dos irmãos, Currículos programáticos e demais documentos que exibissem as práticas educativas dos Lassalistas de Canoas. Como resultados pode-se concluir na ampla difusão de imagens sobre os tipos raciais humanos, aliadas à metodologia intuitiva, para o ensino escolar. Essas imagens, sejam bustos ou impressas em livros, foram relevantes para o ensino dos tipos humanos, aproximando os educandos da temática racialista através dos sentidos.
Abstract The following research will address the old museum Institute of São José and your images-artifacts for the teaching of human racial types. In a survey conducted in museums and collections located in school spaces in the metropolitan area of Porto Alegre there was in the collection of the Lassalista institution located in Canoas, the presence of plaster busts, representations of different human types. From this empirical data, some concerns arise in relation to the pedagogical uses of these racial heads and how they were used in teaching. At the time of emergence of the school museums within the normal schools, theories were populating the discussions of intellectual education. The Polygeny had influence in Brazilian republican schools at the time shaped their curriculum. Posited on the existence of different human types, whose determination is proved by the relationship or action of various genes in the species. The difference between the superior and inferior races, which would be doomed to incivility and could not be held accountable for their acts offenders were verifiable by science. In Brazil, these theoretical discussions contributed to the strengthening of an interpretation of the existence of an ideal race, desired to society and justified under the scientific-biological prisms, where human behavior become gradually regarded as an immediate result of natural and biological laws. The objective of this work is to check and analyze the use of images, artifacts (busts and printed) in the teaching of the old São José Institute (La Salle/Canoas) and its possible relations with the intuitive method. This study assumes that in addition to the busts were other objects, such as printed books that were used in order to bring together students of racial types, whose characterization underlay on the scientific theories of context. For this, they also analyzed the institutional documentation, such as inspection reports, Memories of the brothers, programmatic resumes and other documents that exhibited the educational practices of Canoas Lasallian. As a result it can be concluded in the wide dissemination of images on human racial types, combined with the intuitive methodology for schools. These images are busts or printed in books, they were relevant to the teaching of human types, approaching the students of racialist issue through the senses.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/131867
Arquivos Descrição Formato
000982081.pdf (4.368Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.