Repositório Digital

A- A A+

Efeito do pastejo sobre as assembleias de formigas nos campos sulinos

.

Efeito do pastejo sobre as assembleias de formigas nos campos sulinos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito do pastejo sobre as assembleias de formigas nos campos sulinos
Autor Dröse, William
Orientador Mendonca Junior, Milton de Souza
Co-orientador Cavalleri, Adriano
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal.
Assunto Bioma Pampa
Fogo
Formigas
Pastagem
Resumo A conservação da biodiversidade aliada ao uso sustentável dos ecossistemas é considerada um grande desafio. A atividade pastoril é um dos principais tipos de uso da terra e cobre cerca de 25% da superfície terrestre. No entanto, apenas recentemente é que a manutenção da biodiversidade dos ecossistemas surgiu como preocupação em função desta prática. Os Campos Sulinos são ambientes do sul do Brasil que abrigam uma ampla riqueza de espécies. As formigas desempenham papéis essenciais nestes ecossistemas campestres e são fortemente recomendadas para avaliar efeitos do manejo da terra. Desta forma, foi avaliado experimentalmente o efeito de diferentes tipos de manejo pastoril sobre as assembleias de formigas nos Campos Sulinos. As coletas foram realizadas em seis localidades do Rio Grande do Sul (RS), nos anos de 2011, 2012 e 2013. Foram utilizados dois métodos amostrais: armadilhas de solo (pitfall trap) e rede de varredura (sweep net). Em cada localidade, três tipos de tratamentos foram avaliados: (i) manejo pastoril convencional, (ii) manejo pastoril sustentável e (iii) exclusão de pastejo. Foram coletadas 96 espécies de formigas, pertencentes a 28 gêneros. Houve redução significativa na abundância, riqueza e diversidade de espécies de formigas com três anos de abandono de manejo. A composição de espécies não foi afetada pelos tratamentos, apenas pelas diferentes regiões. A estrutura da vegetação e variáveis do habitat foram modificados ao longo do tempo, respondendo aos diferentes tipos de manejo pastoril. Espécies vegetais classificadas como touceiras apresentaram correlações negativas com as formigas, enquanto espécies lenhosas e forbs foram positivamente correlacionadas com estes organismos. Estes resultados demonstram que a ausência de manejo pastoril em campos nativos do RS afeta negativamente as assembleias de formigas, e poderão auxiliar na elaboração de futuros planos de conservação dos Campos Sulinos.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/131926
Arquivos Descrição Formato
000978567.pdf (1.103Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.