Repositório Digital

A- A A+

Distribuição espacial e padrões de movimento da baleia-franca-austral (Eubalaena australis) em Torres, Rio Grande do Sul, Brasil

.

Distribuição espacial e padrões de movimento da baleia-franca-austral (Eubalaena australis) em Torres, Rio Grande do Sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Distribuição espacial e padrões de movimento da baleia-franca-austral (Eubalaena australis) em Torres, Rio Grande do Sul, Brasil
Autor Bottini, Silvana de Sanfilli
Orientador Moreno, Ignacio Maria Benites
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal.
Assunto Distribuicao espacial
Eubalaena australis
Torres (RS)
Resumo Os cetáceos, como a maioria dos organismos vivos, não estão aleatoriamente distribuídos no ambiente onde vivem. Conhecer aspectos fundamentais de sua ecologia, como a relação entre uma espécie e seu ambiente, são fundamentais para a elaboração de ações de conservação. A baleia-franca-austral frequenta a costa brasileira durante a estação reprodutiva, de Junho a Novembro e, apesar de bem estudada na costa catarinense, sua distribuição e relação com fatores ambientais não foi descrita para o Rio Grande do Sul. O propósito deste estudo foi contribuir para a construção do conhecimento fundamental a respeito da espécie caracterizando sua distribuição em um ponto da costa deste estado, relacionando sua presença com as variáveis ambientais. As observações foram realizadas a partir de um ponto fixo na costa, o Morro do Farol em Torres, Rio Grande do Sul, localizado a 41,5 metros acima do nível do mar. Posições sucessivas dos animais foram obtidas com o auxílio de um teodolito eletrônico a fim de descrever as trajetórias percorridas por cada grupo dentro do limite da área de estudo. A direção e velocidade do vento, temperatura e estado do mar eram coletadas a cada hora durante as observações. Um total de 41 grupos foi observado, ao longo de 256,5 horas de esforço realizado com 44,5 horas de acompanhamento animal. A maior parte das ocorrências (85%) foi de pares de fêmeas com filhotes e a maior concentração de baleias ocorreu em águas com profundidade menor do que 5 metros. A direção do vento e o estado do mar apresentaram influência significativa na presença ou ausência dos animais ( p=0,0001 e p=0,024), sendo nos ventos de sul e sudeste a ausência de animais maior do que esperada e nos estados do mar 3 e 4 os animais foram menos detectados do que o esperado. Quando analisada pela composição de grupo, a direção do vento e o estado do mar não demonstraram diferença significativa (p=0,861 e p=0,372), respectivamente. A velocidade do vento não demonstrou exercer influência na presença ou ausência dos animais para todas as categorias ( p=0,632), nem para composições de grupos diferentes (p=0,984). É importante salientar que as observações ocorreram com velocidades de vento <20 nós (Beaufort ≤ 4). A média de velocidade de natação para todas as categorias foi de 1,50 km/h (DP ± 1,15km/h), para fêmeas com filhotes 1,53 km/h (DP ± 1,14 km/h) e para adultos desacompanhados 1,7 km/h (DP ± 1,08km/h). A maioria dos grupos apresentou movimento em direção sul (63%) e a distância média da costa foi de 515,28 m (amplitude 87,9 – 1.971,6 m). Os resultados deste trabalho corroboram a preferência por águas rasas, próximas à costa bem como reforça o fato de que as baleias evitam águas turbulentas como ocorre em outras regiões. As observações ainda demonstram que a costa do Rio Grande do Sul é um importante sítio reprodutivo para a espécie, podendo ser considerada uma área berçário, onde predominam pares de fêmeas com filhotes (85% dos grupos observados). Estes fatos reforçam a importância e urgência de ações de conservação e manejo das atividades humanas na região para que a espécie continue crescendo e retomando sua área de ocupação histórica.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/131934
Arquivos Descrição Formato
000944059.pdf (1.737Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.