Repositório Digital

A- A A+

Trilhando caminhos para avaliar padrões espaciais de mortalidade e fragmentação em rodovias

.

Trilhando caminhos para avaliar padrões espaciais de mortalidade e fragmentação em rodovias

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Trilhando caminhos para avaliar padrões espaciais de mortalidade e fragmentação em rodovias
Outro título Assessing spatial patterns of mortality and fragmentation caused by roads
Autor Teixeira, Fernanda Zimmermann
Orientador Hartz, Sandra Maria
Co-orientador Kindel, Andreas
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Ecologia.
Assunto Atropelamentos : Rodovias
Mortalidade animal
[en] Barrier effect
[en] Fragmentation by roads
[en] Per capita mortality
[en] Road ecology
[en] Road-kill hotspots
Resumo Atropelamentos de animais silvestres são a principal causa de mortalidade de origem antrópica de vertebrados terrestres. Além da mortalidade direta, as populações animais também são fragmentadas e isoladas por rodovias, que podem atuar como filtro ou barreira ao movimento da fauna. A indicação e implementação de medidas mitigadoras têm sido uma estratégia cada vez importante, ampliando a necessidade de desenvolver e qualificar métodos para avaliar os impactos e indicar áreas prioritárias. Essa tese de doutorado foi concebida com a preocupação de investigar certos temas relacionados à mortalidade e fragmentação por rodovias. No primeiro capítulo, discuto como a qualificação da pesquisa e do licenciamento podem colaborar com este cenário. No segundo capítulo, apresento uma revisão de diferentes métodos de análise espacial utilizados para testar se existe a presença de agregações de atropelamento e para localizar onde estão estas agregações. No terceiro capítulo, apresento os resultados de um modelo de simulação baseado em indivíduos, que mostra que a localização dos hotspots muda ao longo do tempo em função da diminuição das populações próximas a trechos de rodovias com maior letalidade, o que torna a mortalidade per capita um melhor indicador da necessidade de mitigação. No último capítulo avaliei o efeito da rede de rodovias na fragmentação de habitat nos campos sulinos do Rio Grande do Sul, e demonstro que considerar o efeito da rede de rodovias como uma barreira aos movimentos da fauna modifica de forma severa a percepção que temos sobre o status de conservação dos campos. Esta tese pode ter dois tipos principais de implicações: a aplicação direta dos resultados aqui apresentados nas avaliações dos impactos de rodovias e planejamento da mitigação, e a influência em novos rumos de pesquisa na ecologia de rodovias.
Abstract Roads are responsible for a series of impacts to ecosystems, and some authors point out that road-kills are the main cause of terrestrial vertebrate mortality from anthropogenic causes. Besides direct mortality, wildlife populations are also fragmented and isolated by roads, as they can act as barriers or filters to wildlife movement. Implementing mitigation measures had become an important conservation strategy, but the need to prioritize areas brings the urgency to develop and qualify methods to assess road impacts and indicate priority areas. This doctorate thesis was developed with the concern of investigating subjects related to wildlife mortality and fragmentation by roads. In the first chapter I discuss how qualifying research and environmental licensing may contribute in this scenario. In the second chapter, I present a review of different methods of spatial analysis that have been used to test the presence of clustering on road-kill data and to identify road-kill hotpots. In the third chapter, I present the results of simulations of an individual-based model that shows that the location of road-kill hotspots change in time due to population depression near high-risk road segments; making per capita mortality a better indicator of the need for mitigation. In the last chapter, I evaluated the effect of the road network on habitat fragmentation of South Brazilian grasslands in Rio Grande do Sul State, and I show that considering the road network as a barrier changes severely our perception about grassland conservation status. This thesis may have two types of implications: the direct applications of the results presented here in environmental impact assessment of roads and in mitigation planning, or the influence on new paths to study road effects on wildlife.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/131935
Arquivos Descrição Formato
000979649.pdf (2.756Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.