Repositório Digital

A- A A+

Ostracoda (Crustacea) holocênicos do Arquipélago de São Pedro e São Paulo: riqueza e aspectos ecológicos e zoogeográficos

.

Ostracoda (Crustacea) holocênicos do Arquipélago de São Pedro e São Paulo: riqueza e aspectos ecológicos e zoogeográficos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ostracoda (Crustacea) holocênicos do Arquipélago de São Pedro e São Paulo: riqueza e aspectos ecológicos e zoogeográficos
Autor Bottezini, Silvia Regina
Orientador Coimbra, João Carlos
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Ostracofauna
São Pedro e São Paulo, Arquipélago (PE)
[en] Archipelago of São Pedro and São Paulo
[en] Endemic species
[en] Oceanic islands
[en] Ostracodes
[en] Pandemic species
Resumo O Arquipélago de São Pedro e São Paulo (ASPSP) localiza-se cerca de 1100 km do litoral do Rio Grande do Norte, e está constituído por quatro ilhas maiores dispostas em semicírculo formando uma enseada com profundidades que variam ente 3 a 18 m. Vários estudos sobre a fauna existente no ASPSP foram realizados, entretanto, este é apenas o segundo trabalho com foco na ostracofauna do arquipélago. No material analisado, coletado na enseada, foram reconhecidas 14 espécies, dez gêneros e oito famílias; dentre estes, foi descrito um gênero e espécie novos para a família Hemicytheridae e uma nova espécie para o gênero Keijcyoidea. Dez espécies foram deixadas em nomenclatura aberta, sendo muito provável a existência de outras espécies novas, já que o ASPSP é uma área muito distante tanto de outras ilhas oceânicas quanto de continentes. Aspectos ecológicos e zoogeográficos complementam o estudo da riqueza específica da fauna aqui analisada. Loxocorniculum tricornatum Krutak possui a maior abundância, perfazendo um total de 4214 espécimens (1150 coletados vivos). Keijcyoidea sp. nov. A (539 espécimens, sendo 153 vivos) e Xestoleberis sp. 2 (179 indivíduos, dos quais 69 vivos) ocupam o segundo e o terceiro lugar em abundância, respectivamente. As espécies L. tricornatum e Triebelina sertata Triebel, esta última um ostracode cosmopolita tropical, ocorrem no Brasil não somente no ASPSP, mas também no Atol das Rocas e nas regiões de águas quentes da plataforma continental brasileira; T. sertata é também registrada na Ilha da Trindade. Curiosamente, espécies pandêmicas de mares rasos e quentes, como Kangarina abyssicola (Mueller), Kotoracythere incospicua Brady, Keijia demissa Teeter, Neomonoceratina mediterranea (Ruggieri) e Tenedocythere ex. gr. transoceanica Teeter, não foram registrados no ASPSP.
Abstract The Archipelago of São Pedro and São Paulo (ASPSP), located about 1,100 km of the coast of the Rio Grande do Norte State, consists of four major islands arranged in a semicircle forming a cove with depths between three and 18 m. Many studies on the archipelago fauna were performed, however, this is only the second one focusing its ostracode fauna. In the study material, 14 species, ten genera and eight families were identified, including a new genus and species of Hemicytheridae, and a new species of Keijcyoidea. Ten species were left in open nomenclature, and the existence of other new ones is very probable, since the ASPSP is very distant from both other oceanic islands and continents. Ecological and zoogeographical remarks complement this faunal study. Loxocorniculum tricornatum Krutak possesses the greatest abundance, with a total of 4214 specimens (1150 collected alive). Keijcyoidea sp. nov. A (539 specimens, being 153 alive) and Xestoleberis sp. 2 (179 individuals, being 69 alive) occupy the second and third place in abundance, respectively. The species L. tricornatum and Triebelina sertata Triebel, the latter a tropical cosmopolitan ostracode, occur in Brazil not only in the ASPSP, but also in the Rocas Atoll and in the region of warm waters of the Brazilian continental shelf; T. sertata is also recorded around the Trindade Island. Surprisingly, pandemic species of shallow and warm seas, as Kangarina abyssicola (Mueller), Kotoracythere incospicua Brady, Keijia demissa Teeter, Neomonoceratina mediterranea (Ruggieri) and Tenedocythere ex. gr. transoceanica Teeter, were not found in ASPSP.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/131936
Arquivos Descrição Formato
000872440.pdf (4.637Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.