Repositório Digital

A- A A+

Caracterização geológica e estrutural dos filonitos e quartzo milonitos da Região De Quitéria, RS

.

Caracterização geológica e estrutural dos filonitos e quartzo milonitos da Região De Quitéria, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização geológica e estrutural dos filonitos e quartzo milonitos da Região De Quitéria, RS
Autor Mello, João Victor Tumenas
Orientador Bitencourt, Maria de Fatima Aparecida Saraiva
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Fluidos magmáticos
Quitéria, Região de (São Jerônimo, RS)
[en] Magmatic fluids
[en] Phyllonites
[en] Quartz microstructures
[en] Shear zone
Resumo As microestruturas registram importantes e abundantes informações acerca da história deformacional das rochas. O estudo destas feições em minerais como o quartzo tem se intensificado pela sua abundância na crosta continental. Este trabalho consiste em analisar estruturas e microestruturas dos quartzo milonitos e filonitos presentes Zona de Cisalhamento Quitéria – Serra do Erval (ZCQSE), região de Quitéria, RS, distrito de São Gerônimo, a fim de avaliar movimentações tardias e estabelecer a evolução das deformações provocadas pela transcorrência. Para tanto, foram utilizadas imagens de satélite, aerofotos e anaglifos junto com dados de campo para mapear as cristas e estruturas de megaescala presentes nestas rochas. Estereogramas foram utilizados para comparar as foliações e lineações entre quartzo milonitos, filonitos e embasamento. A petrografia foi a principal ferramenta para caracterizar as condições de temperatura. Com isso foram reconhecidas estruturas semelhantes ao embasamento paleoproterozóico microestruturas de recuperação e recristalização dinâmica do quartzo desenvolvidas em alta temperatura (~650° C), marcadas por cristais grossos e lobados com textura tabuleiro de xadrez, relacionadas com foliações primitivas da ZCQSE. A recristalização foi retomada em baixas temperaturas (BLG) e oblitera a foliação milonítica principal, com shear bands conjugadas marcadas por traços descontínuos e espaçados de cristais recristalizados por boulging e reorientação de filossilicatos. Portanto as cristas de quartzo milonitos e filonitos posicionados na ZCQSE possuem gênese relacionada com uma história deformacional complexa, onde estes corpos foram formados sob altas temperaturas e deformados em temperaturas mais baixas. Dentro do contexto geológico da área de estudo, a ideia destes corpos terem se formado a partir de processos químicos induzidos por fluidos magmáticos do pós colisional em corpos tipo roof pendants do embasamento paleoproterozóico é sugerida, pois estão presentes ao longo da ZCQSE e possuem estruturas concordantes.
Abstract The microstructures register important and abundant information about deformational history of rocks. The research of these features in minerals, such as quartz, has been intensified by its abundance in the continental crust. This work consists in analyzing structures and microstructures of the mylonite and phyllonite quartz present in “Zona de Cisalhamento Quitéria – Serra do Erval (ZCQSE)” in Quitéria, São Geronimo town, RS, in Brazil, that aims to evaluate late movements and establish the evolution of deformations provoked by transcurrence. The ZCQSE integrates the “Cinturão de Cisalhamento Sul-brasileiro (CCSb) and has developed at the beginning of post collisional (~630 Ma), has in its framework two mega structural features, a magma and primitive foliation direction E-W, controlled by the paleoproterozoic basement, that has evolved towards the shear on N60°E, parallel to ZC. Accordingly, it was used satellite images, aerial photographs and anaglyph along with field data to map the ridges and mega scale structures presented in those rocks. Stereograms were used to compare foliations and lineations between quartz mylonite, phyllonite and basement. The petrography was the main tool to characterize temperature conditions. Thus it was recognized microstructures of recovery and recrystallization dynamic of quartz developed at high temperature (~650°C), marked by thick and lobed crystals with chessboard texture, related to primitive foliation of ZCQSE. The recrystallization was taken at low temperatures (BLG) and obliterates the main mylonitic foliation, with shear bands conjugate, marked by discontinuous and spaced traces of recrystallized crystals by boulging and phyllosilicates reorientation. Therefore, the quartz mylonite and phyllonite ridges positioned in ZCQSE have their genesis related to a deformational complex history, where those bodies were formed under high heat temperatures and deformed at lower temperatures. Within the geological context of the research area, the idea that those bodies were formed from chemical processes induced by magmatic fluids of post collisional in roof pendants bodies of the Paleoproterozoic basement is suggested, because they are present throughout the ZCQSE and they have consistent structures.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/131982
Arquivos Descrição Formato
000982704.pdf (4.912Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.