Repositório Digital

A- A A+

Análise tectônica dos relictos da Bacia do Paraná sobre o Escudo Sul-Rio-Grandense

.

Análise tectônica dos relictos da Bacia do Paraná sobre o Escudo Sul-Rio-Grandense

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise tectônica dos relictos da Bacia do Paraná sobre o Escudo Sul-Rio-Grandense
Autor Ferreira, Matheus Lourenci
Orientador Mizusaki, Ana Maria Pimentel
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Graben
Paraná, Bacia do : Triássico
Permo-triassico
[en] Gondwanic deposits
[en] Graben Amaral Ferrador
[en] Graben Arroio Moirão
[en] Permo-triassic
Resumo As unidades sedimentares permo-triássicas preservadas isoladamente sobre o Escudo Sul- Rio-Grandense, através de um regime tectônico extensional, em decorrência da reativação de estruturas do embasamento e, possivelmente, do evento erosivo de regressão da escarpa da Bacia do Paraná, são citadas de maneira restrita e possuem pouca clareza na bibliografia. Alguns depósitos sedimentares discordantes do embasamento, como por exemplo, o Graben Arroio Moirão e o Cerro Partido, apresentam problemas quanto ao seu caráter evolutivo e sua correlação estratigráfica com as unidades descritas na porção contígua da bacia. O presente estudo visou a integração das interpretações já realizadas com os novos dados obtidos, sendo esses baseados em dados de aerofotogrametria (fotos aéreas e imagens de satélite), mapeamento lito-estrutural de campo e descrições petrográficas, que possibilitaram um melhor entendimento do arcabouço estrutural e do contexto evolutivo em escala regional dos “relictos” sedimentares aflorantes sobre o Escudo Sul-Rio-Grandense. Como resultados, são observados no mínimo dois episódios de reativação tectônica de escala regional, sendo um de idade 137 Ma, responsável pelo vulcanismo da Formação Passo das Carretas e outro com idade de 89 Ma, responsável pelo posicionamento dos necks da Suíte Piratini. O padrão estrutural observado em ambas escalas revelou dois padrões principais, sendo eles o NE e o NW, e ainda, um padrão N subordinado, correlacionáveis com eventos de reativações de zonas de falha do embasamento. O intervalo registrado nos relictos envolve além das unidades do intervalo permo-triássico (Formação Rio Bonito, Formação Sanga do Cabral e Formação Santa Maria), a Formação Passo das Carretas (correlata à Formação Serra Geral) de idade cretácea da Bacia do Paraná. São observadas duas formas de preservação, sendo elas em zonas de falha ou em grabens, as duas explicadas pelos eventos de reativações de estruturas do Escudo Sul-Rio-Grandense.
Abstract The permo-triassic sedimentary units singly preserved on the Rio Grande do Sul Shield, through an extensional tectonic regime, in result of the reactivation of basement structures and possibly the erosive event of regression of the Paraná Basin scarp,was narrowly and have not clarity in the bibliography. Some discordant sedimentary deposits of the basement, for example, the Graben Arroio Moirão posts and Cerro Partido, have problems as to evolutionary character and stratigraphic correlation with the units described in the contiguous portion of the basin. This study aimed at the integration of interpretations already made with the new data, these being based on aerial photography data (aerial photographs and satellite images), litho-structural mapping field and petrographic descriptions, which enabled a better understanding of the structural framework and the evolutionary context of regional scale "relicts" outcropping sedimentary on Rio Grande do Sul Shield. As a result, was observed at least two episodes of tectonic reactivation of regional scale, one age 137 Ma, responsible for the volcanism of the Passo das Carretas Formation and another age 89 Ma, responsible for the position of the necks to Suíte Piratini. The structural pattern observed in both scales revealed two major patterns, and they are NE and NW, and also a standard N subordinate, correlated with reactivation event of the basement fault zones. The record range in relicts involves addition of Permo-Triassic units interval (Rio Bonito Formation, Sanga Cabral Formation, Santa Maria Formation), the Passo das Carretas Formation (related to the Serra Geral Formation) Cretaceous of the Paraná Basin. Two forms of preservation was observed, fault zones or graben, both explained by the reactivation event Rio Grande do Sul Shield structures.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/132073
Arquivos Descrição Formato
000982741.pdf (8.622Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.