Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da ecografia 3D (SonoAvc) para contagem de folículos antrais em mulheres inférteis : sua correlação com ecografia convencional 2D e com os níveis séricos do hormônio anti-Mülleriano

.

Avaliação da ecografia 3D (SonoAvc) para contagem de folículos antrais em mulheres inférteis : sua correlação com ecografia convencional 2D e com os níveis séricos do hormônio anti-Mülleriano

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da ecografia 3D (SonoAvc) para contagem de folículos antrais em mulheres inférteis : sua correlação com ecografia convencional 2D e com os níveis séricos do hormônio anti-Mülleriano
Autor Fagundes, Paulo Augusto Peres
Orientador Cunha Filho, João Sabino Lahorgue da
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde: Ginecologia e Obstetrícia.
Assunto Hormônio antimülleriano
Infertilidade
Ultrassonografia
Vagina
[en] 3D SonoAVC
[en] Anti-Müllerian hormone
[en] Antral follicle count
[en] Infertility
[en] Transvaginal ultrasound
Resumo Introdução: A contagem de folículos antrais (AFC) tornou-se uma ferramenta importante na avaliação da reserva ovariana. Vários estudos têm demonstrado uma relação entre a contagem de folículos antrais por ecografia transvaginal 2D e o hormônio anti- Mülleriano. Poucos estudos têm sido feitos estudando o papel da ecografia transvaginal 3D SonoAVC, particularmente em mulheres inférteis. A contagem de folículos na ecografia 2D convencional, como é conhecida, tem limitações como a variabilidade intra e inter-observadores e o tempo gasto no exame no caso de múltiplos folículos. Com a contagem automatizada dos folículos fornecida pelo software 3D Sono AVC, o tempo gasto é menor e a variabilidade entre observadores pode ser diminuída ou eliminada. Objetivos: Avaliar a contagem de folículos antrais pela nova tecnologia 3DSonoAVC em mulheres inférteis e sua relação com a ecografia transvaginal 2D convencional e a dosagem sérica do hormônio anti-Mülleriano. Métodos: Estudo prospectivo transversal, onde avaliamos um grupo de 43 mulheres inférteis com idade entre 25 e 40 anos, coletados entre abril e setembro de 2015, em um centro de reprodução assistida privado em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Os dados das pacientes incluíram a idade, o IMC e causa da infertilidade. No dia 3 do ciclo, os níveis séricos de AMH, FSH, CA 125, prolactina, TSH, E2, foram medidos e o número de folículos antrais (2-9) medidos pela ecografia. Foi realizada uma varredura ecográfica transvaginal com 3D SonoAVC e o 2D. Resultados: As medianas (amplitude de variação) dos níveis séricos de AMH, FSH, CA 125, prolactina, TSH, E2, foram 2,98 (0,02-15,8), 9,45 (5-9.4) 14,0 (6-35) 13,6 (5.2-29.4) 2,1 (0.61- 5,99) 46,2 (4,0-79), respectivamente, e a contagem de folículos antrais foi de 15,7 (3-35) com 2D e 17,0 (3-45) com o 3D. O tempo médio gasto para a realização da medição dos folículos pela ecografia 2D foi de 275 ±109 s e pelo 3DSonoAVC foi de 103 ± 57 s, (p<0.0005). A idade e a contagem de folículos pelo 2D tiveram um coeficiente de correlação negativo, r= -0,3 (p = 0,028). A idade e a contagem pelo 3D SonoAVC tiveram um r = - 0,29 (p = 0,031). A correlação de HAM com a contagem de folículos apresentou um coeficiente, r = 0,675 (p <0,01) com 2D e r = 0,659 (p <0,001) com o 3DSonoAVC. As duas contagens pelo 2D e 3D SonoAVC, mostraram uma correlação positiva forte, r = 0,983 (p <0,001). O volume ovariano correlacionado com o HAM mostrou um r = 0,510 (p <0,001). O volume do ovário se mostrou fortemente correlacionado com o número de folículos, r = 0,809 (p <0,01). Na avaliação dos folículos <6 mm e HAM, se identificou um r = 0,537 (p <0,001) com o 2D e r = 0,510 (p <0,001) com o 3D SonoAVC. Conclusão: O estudo sugere que existe uma forte correlação entre o 3D SonoAVC e o 2D na contagem de folículos antrais. A contagem dos folículos antrais por ambos os métodos foi positivamente correlacionada com os níveis séricos do hormônio anti- Mülleriano. O 3D SonoAVC se mostrou significativamente mais rápido que o 2D na contagem de folículos.
Abstract Introduction: The counting of antral follicles (AFC) has become an important tool in the assessment of ovarian reserve. Several studies have shown a relationship between the antral follicle count by conventional 2D transvaginal sonography and serum anti- Müllerian hormone. Few studies have been done studying the role of 3D SonoAVC technology, particularly in infertile women. The follicle count in the conventional 2D ultrasound, as known, has limitations as the intra- and inter-observer variability and increasing the time of performing the test in case of multiple follicles. With automated technology follicle count provided by the software 3DSono AVC, the time spent is less, and the variability between observers can be decreased or eliminated. Objectives: Evaluate the antral follicle count the new 3D technology (SonoAVC) in infertile women and its relationship with conventional 2D transvaginal ultrasound and serum anti-Müllerian hormone. Methods: This is a cross-sectional, prospective study, where they were evaluated a group of 43 infertile women aged less than 40 years, collected between April and September 2015 at a private fertility clinic in Porto Alegre, south Brazil. Patient data including age, BMI, cause of infertility. On cycle day 3, serum levels of AMH, FSH, CA 125, Prolactin, TSH, E2, were measured and the number of antral follicles (2-9 mm) estimated at ultrasound. Was performed a double scanning with transvaginal ultrasound 2D and 3D SonoAVC. Results: Median (range) serum levels of AMH, FSH, Ca 125, Prolactin, TSH, E2, were 2.98(0.02-15.8), 9.45(5-9.4)14.0(6-35)13.6(5.2-29.4)2.1(0.61-5.99)46,2(4.0-79), respectively, and antral follicle count was 15.7(3-35) with 2D and 17,0(3-45) with 3D. The average time taken to carry out the measurement of the follicles by 2D ultrasound was 275 ± 109 and the 3DSonoAVC was 103 ± 57 s., (p <0.0005). The age and the total count of follicles 2D had a negative correlation coefficient, r= -0.3 (p = 0.028). Age and 3D antral follicles count had r= -0.29 (p = 0.031).The dosage AMH was correlated with the total number of early antral follicles, r= 0.675 (p <0.01) with 2D and r=0.659 (p <0.001) with 3D. The two count, 2D and 3D SonoAVC, showed a strongly positive correlation, r=0.983 (p <0.001) Ovarian volume correlated with AMH dosage, r=0.510 (p <0.001). The ovarian volume is strongly correlated with follicle count, r=0.809 (p <0.01). In the evaluation of the follicles <6 mm and AMH, r=0.537 (p <0.001) in 2D and r= 0.510 (p <0.001) in 3D. Conclusion: The study suggests that there is a strong correlation between the 3D and 2D SonoAVC the antral follicle count. The counting of antral follicles by both methods was positively correlated with serum levels of anti-Müllerian hormone. 3D SonoAVC was significantly faster than in 2D follicle count.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/132110
Arquivos Descrição Formato
000983336.pdf (643.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.