Repositório Digital

A- A A+

A emergência dialógica de regras mesoanalíticas, baseadas nos princípios de hospitalidade e hostilidade numa comunidade urbana : o caso da Cidade Aberta, Valparaíso, Chile

.

A emergência dialógica de regras mesoanalíticas, baseadas nos princípios de hospitalidade e hostilidade numa comunidade urbana : o caso da Cidade Aberta, Valparaíso, Chile

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A emergência dialógica de regras mesoanalíticas, baseadas nos princípios de hospitalidade e hostilidade numa comunidade urbana : o caso da Cidade Aberta, Valparaíso, Chile
Autor Rojas del Rio, Javiera Andrea
Orientador Pedrozo, Eugenio Avila
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Framework
Hospitalidade
Hostilidade
Sociedade
Sustentabilidade
Resumo As comunidades urbanas enfrentam hoje o desafio de dar lugar aos atos urbanos decorrentes da globalização, mobilidade, mudanças e, mais contemporaneamente, a discussão sobre sustentabilidade e a emergente sócio sustentabilidade. Levar essas discussões possibilita uma revisão desses atos urbanos, num contexto de problemáticas urbanas complexas, para novos atos urbanos. Isso requer uma abordagem transdisciplinar, que na presente pesquisa, vinculou urbanismo, administração e economia. Esse novos atos urbanos, requerem que se ultrapassem abordagens que tratem apenas no nível micro ou macro, por isso procurou-se trabalhar na emergência de regras, incluindo-se uma preocupação de nível mesoanalítico, caracterizando-se como uma abordagem multinível, o que permite captar a evolução da comunidade urbana estudada. Nesse contexto de crescente complexidade, foi escolhida a coexistência simultânea ou dialógica da hospitalidade e da hostilidade, juntamente com outros princípios da complexidade moriniana. Isso permite uma ligação para as discussões emergentes sobre sustentabilidade e sócio sustentabilidade urbana, cada vez mais requeridos para o comportamento cívico contemporâneo. Assim, como objetivo geral busca- se analisar como os princípios de hospitalidade e hostilidade podem contribuir para o entendimento e emergência de regras mesoanalíticas nos novos atos urbanos, numa lógica complexa da emergente discussão de desenvolvimento sócio sustentável de uma comunidade urbana. Trata-se de um estudo de caso, utilizando-se análise de natureza qualitativa, utilizando-se dados primários e secundários. O objeto a ser analisado é a Cidade Aberta, um campo de experimentação da arquitetura e design. É uma comunidade urbana de aproximadamente 40 pessoas (e suas famílias) reunidos a partir do ano 1971 na Cooperativa Amereida ( hoje Corporação Cultural Amereida) com a compra de um sitio de 270 ha ao norte do rio Aconcagua, Ritoque, Valparaíso. Chile. A comunidade é composta principalmente de arquitetos, designers e poetas que são professores e alunos da Escola de Arquitetura de Pontifícia Universidade Católica de Valparaíso, Chile. Tendo na sua origem algumas características únicas, para uma comunidade urbana, pois procurou se orientar por uma inspiração poética, criativa e de abertura. Na base de uma crítica ao atual modelo de sócio sustentabilidade da cidade de Vancouver, Canadá, é realizada a análise das regras mesoanalíticas presentes hoje na Cidade Aberta, apresentando-se uma nova representação que pretende contribuir com as problemáticas particulares do contexto de cidades latino-americanas. A proposição é feita à luz da teoria da complexidade, mostrando-se a necessidade de entender os novos atos urbanos, especialmente a dialógica entre os princípios de hospitalidade e hostilidade como primeiro passo das transformações da sociedade civil, por meio de regras que emergem no nível mesoanalítico de relacionamento entre os níveis micro e macro. Nos resultados observou-se a relevância de alguns temas emergentes na distinção de regras mesoanalíticas, tais como: A importância do processo de aprendizagem da Sócio Sustentabilidade para o futuro da comunidade; a inspiração poética da comunidade que permite um olhar complexo e dinâmico de sua cotidianidade; o processo de tomada de decisão próprio deles, em que o consenso determina os passos a serem dados em todos os âmbitos de seu desenvolvimento, em reuniões internas, chamadas de Ágoras, convocadas periodicamente; perda gradativa da buscada abertura e hospitalidade inicial por intermédio de novas regras mesoanalíticas mais estritas. Futuras pesquisas podem verificar a importância na aplicação deste modelo, por exemplo, no desenvolvimento de politicas públicas, e sua adaptabilidade em diferentes comunidades urbanas.
Abstract Urban communities today are challenged to make way for urban acts arising from globalization, mobility, change and, more contemporarily, the emerging discussion about sustainability and social sustainability. These discussions provide a review of these urban acts in a context of complex urban issues, to new urban acts. This requires a multidisciplinary approach, which in this study, linked urban planning, administration and economy. These new urban acts, require approaches that exceeds the address only at the micro or macro level, so we tried to work on emergency rules, including a mesoanalitic level of concern, being characterized as a multilevel approach, which allows capture the evolution of the studied urban community. In this context of increasing complexity, simultaneous or dialogical coexistence of hospitality and hostility was chosen, along with other principles of morianian complexity. This allows a connection to emerging discussions on sustainability and social and urban sustainability, increasingly required for contemporary civic behavior. Thus, the general objective get to analyze how the principles of hospitality and hostility may contribute to the understanding and emergency of mesoanalitic rules in the new urban acts in a complex logic of the emerging discussion of sustainable social development of an urban community. This is a case study using qualitative analysis, using primary and secondary data. The object to be analyzed is the Open City, an experimental field of architecture and design. It is an urban community of about 40 people (and their families) gathered from the year 1971 at the Cooperative Amereida (today Cultural Corporation Amereida) with the purchase of a 270 ha site north of the river Aconcagua, Ritoque, Valparaiso. Chile. The community is mainly composed of architects, designers and poets who are teachers and students of the Pontifical School of Architecture and Design of the Catholic University of Valparaiso, Chile. Having its origin some unique features for an urban community as it sought to be guided by a poetic inspiration, creativity and openness. On the basis of a critique of the current model of social sustainability of the city of Vancouver, Canada, is carried out the analysis of mesoanalitic rules present today in Open City, presenting a new representation that aims to contribute to the particular problems of the context of Latin American cities. The proposition is made in the light of complexity theory, showing the need to understand the new urban acts, especially the dialogue between the principles of hospitality and hostility as the first step of civil society changes through rules that emerge in the mesoanalitic level of relationship between the micro and macro levels. Results show the relevance of some emerging issues in distinguishing mesoanalitic rules such as: The importance of the process of learning social sustainability for the future of the community; poetic inspiration community that allows complex and dynamic look of the daily life; the process of making their own decision, in which consensus determines the steps to be taken in all areas of their development, in internal meetings, called Ágoras, convened periodically; gradual loss of sought openness and initial hospitality through new stricter mesoanalitic rules. Future research can verify the importance of the application of this model, for example, the development of public policies, and its adaptability in different urban communities.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/132330
Arquivos Descrição Formato
000983760.pdf (2.414Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.