Repositório Digital

A- A A+

Gente que ama cavalos : a compreensão das práticas equestres como objeto de estudo antropológico a partir da vivência na Escola de Equitação Cristal em Porto Alegre - RS

.

Gente que ama cavalos : a compreensão das práticas equestres como objeto de estudo antropológico a partir da vivência na Escola de Equitação Cristal em Porto Alegre - RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Gente que ama cavalos : a compreensão das práticas equestres como objeto de estudo antropológico a partir da vivência na Escola de Equitação Cristal em Porto Alegre - RS
Autor Calmo, José Airton Freitas do
Orientador Souza, José Otávio Catafesto de
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Ciências Sociais: Bacharelado.
Assunto Antropologia
Equitação
Hipismo
Relação homem-animal
[en] Affection
[en] Distinction
[en] Horseback riding
[en] Practice equestrian
[en] Riding
Resumo A convivência entre o homem e o cavalo é uma realidade muito antiga no tempo e nos remete aos primórdios da civilização tal como a conhecemos. Neste trabalho proponho a discussão sobre a relação entre as pessoas e os cavalos na atualidade – mais especificamente cavalos voltados para as práticas equestres. A compreensão da equitação e do hipismo como objeto de estudo antropológico a partir da vivencia na Escola de Equitação Cristal (EEC) em Porto Alegre irá abordar o convívio humano com o cavalo através do aprendizado da arte de montar e da competição esportiva utilizando cavalos. Questões relativas à afetividade e distinção foram trabalhadas como categorias de pensamento facilitadoras do entendimento do universo pesquisado como objeto de estudo antropológico. Desenvolvendo argumentos sobre os dados coletados, tendo no cavalo o elemento mediador das relações sociais no grupo pesquisado, o objetivo da monografia é relacionar nas práticas equestres elementos de estudos justificáveis no âmbito das ciências sociais.
Abstract The coexistence between man and horse is a very old reality in time and takes us to the beginning of civilization. In this paper I propose a discussion on the relationship between people and horses today - more specifically horses facing the equestrian practice. Understanding riding and horseback riding as an anthropological study object from the experiences in the Escola de Equitação Cristal (EEC) in Porto Alegre will address the human interaction with the horse through learning the art of riding and sports competition using horses. Issues related to affection and distinction have worked as facilitators thought categories of the understanding of the universe as researched anthropological study object. Developing arguments on the data collected, and the horse the mediator element of social relationships in the group studied, the purpose of the monograph is to relate the equestrian practices elements of justifiable studies in the social sciences.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/132368
Arquivos Descrição Formato
000983602.pdf (885.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.