Repositório Digital

A- A A+

Mui Leal e valorosa cidade de Porto Alegre, por que mesmo?

.

Mui Leal e valorosa cidade de Porto Alegre, por que mesmo?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mui Leal e valorosa cidade de Porto Alegre, por que mesmo?
Autor Pereira, Carlos Raimundo Ribeiro
Orientador Guazzelli, Cesar Augusto Barcellos
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto História de Porto Alegre
Historiografia regional
Identidade regional
Resumo Este trabalho de conclusão é composto de uma monografia e de um vídeo documentário, duas narrativas para a partir do conhecimento, do desvelamento de acontecimentos, de datas, de mapas, de personagens, trazer a tona uma contraposição historiográfica do que é dito como acontecimento único e fundador do Rio Grande do Sul. Seus ícones, heróis, bandeira, hino, o pertencer a esta construção, fazer uma busca na cidade atual em seu centro histórico, identificar os espaços que no passado foram representativos e que no presente narram uma história. Este trabalho propõe uma reflexão, cidade e história divergem, o passado que é contado não passou por esta cidade. A imagem de duas bandeiras retrata a intensão deste trabalho. Uma, a bandeira branca portoalegrense e seu brasão com o título em honra à reação aos farrapos, outra, a tricolor riograndense da história hegemônica, da mentalidade construída, da memória seletiva, dos vultos e datas incensados pela historiografia regional. “Mui leal e valorosa cidade de Porto Alegre” é o título desta cidade e deste trabalho, “por que mesmo?” é a problematização. Texto e documentário se complementam, um pela amplitude que permite no contraponto às restrições de tempo da narrativa audiovisual, outro pelas possibilidades dos recursos imagéticos e sonoros, mesmo que com as limitações em âmbitos técnicos e de produção. Três livros são referenciais, seis depoimentos de especialistas são fontes de conhecimentos e de considerações, ampliando discussões no abordar de conceitos como identidade e pertencimento, hegemonia e consentimento, de memória seletiva e da dialética de liberalismo e conservadorismo, das construções das nacionalidades e da heroicização dos mitos. Em duas diferentes narrativas, este trabalho se propõe a conhecer e a problematizar o cerco farroupilha à Porto Alegre e seus significados na guerra civil e no posterior desenvolvimento da cidade.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/132384
Arquivos Descrição Formato
000983727.pdf (278.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000983727.avi (281.8Mb) Vídeo Vídeo Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.