Repositório Digital

A- A A+

Crítica e conciliação : a formação política de Fernando Gabeira a partir de sua Trilogia do Retorno

.

Crítica e conciliação : a formação política de Fernando Gabeira a partir de sua Trilogia do Retorno

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Crítica e conciliação : a formação política de Fernando Gabeira a partir de sua Trilogia do Retorno
Autor Fagundes, Adriano Bier
Orientador Rodeghero, Carla Simone
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Bacharelado.
Assunto Ditadura civil-militar
Ditadura militar : Século XX : 1964-1984 : Brasil
Exílio
Gabeira, Fernando 1941-
Memória
[en] Brazilian civil-military dictatorship
[en] Exile
[en] Memory
[en] Political formation
[en] Trilogy on the return
Resumo Este trabalho se ocupa do estudo da formação política de Fernando Gabeira, tomando como fonte sua “trilogia do retorno”, composta por “O Que É Isso, Companheiro?” (1979), “O Crepúsculo do Macho” (1980) e “Entradas Bandeiras” (1981). A noção de formação política é construída a partir do construto “socialização política”, oriundo das Ciências Políticas, e da ideia de Bildung, forjada no seio do Iluminismo alemão. Implica, basicamente, o conjunto de valores, conceitos e afiliações que se mesclam de modo dinâmico para orientar o comportamento de um sujeito político. Essa noção parece instrumental para compreender a trajetória de Fernando Gabeira, que ganhou notoriedade em diferentes momentos; primeiramente, no final dos anos 60, como guerrilheiro membro de um grupo de resistência contra a ditadura civil-militar brasileira (1964-85) e, mais tarde, no contexto de abertura política, época em que a trilogia de sua autoria foi publicada, em que revê os métodos que empregara no passado e passa a militar em campos como a sexualidade e o ambientalismo. Por meio do contato com a trilogia, julgou-se possível recuperar a memória de movimentos e estações do projeto político do autor antes, durante e após o exílio, que auxiliam a melhor compreender a aparente transformação de sua agenda. Adiante, a partir do cruzamento da trilogia com fontes da mídia impressa (o jornal O Pasquim e a revista Veja), foi possível delinear que efeitos o exílio e o retorno ao Brasil provocaram em Gabeira, de modo a configurar um esquema topográfico para compreender diferentes momentos de sua formação política no tempo.
Abstract The present essay aims to study the political formation of Fernando Gabeira, taking as source material his “trilogy on the return”, made of “O Que É Isso, Companheiro?” (1979), “O Crepúsculo do Macho” (1980) and “Entradas e Bandeiras” (1981). The notion of political formation is built from the construct of “political socialization”, which stems from Political Science, and from the idea of Bildung, wrought within German Enlightenment. Basicly it constitutes the ensemble of values, concepts and affiliations mixed in dynamic fashion towards the orientation of a political subject’s behavior. Such notion appears to be instrumental in order to understand Fernando Gabeira’s journey, that gained visibility in different moments; firstly, in the late 60’s, when he became a guerrilla fighter from a resistance organization against the Brazilian civil-military dictatorship (1964-85) and, later, in the context of political openness. That was of the time the author published his trilogy, in which he has reviewed the methods he had employed in the past and spoke about becoming an activist in fields like sexuality and environmentalism. We believed that it was possible to evocate back the memory of movements and stations from the author’s political project, before, during, and after his exile, thanks to the trilogy. This process also made up for a better understanding of the apparent transformation of Gabeira’s political agenda. Furthermore, it was possible to outline the effects that the exile and the return to Brazil provoked in Gabeira, after we cross-checked the trilogy with press media sources (newspaper O Pasquim and Veja magazine). This resulted in the designing of a topographical scheme, which allowed us to understand different moments of the author’s political formation in time.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/132395
Arquivos Descrição Formato
000983719.pdf (486.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.