Repositório Digital

A- A A+

Intervencionismo causal : explicações e relações causais

.

Intervencionismo causal : explicações e relações causais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Intervencionismo causal : explicações e relações causais
Autor Valmini, Augusto Lucas
Orientador Carvalho, Eros Moreira de
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Filosofia: Bacharelado.
Assunto Epistemologia
Metafísica
[en] Causation
[en] Epistemology
[en] Explanantion models
[en] Metaphysics
Resumo O objetivo desta monografia é argumentar em favor da utilização de uma teoria causal para fornecer uma maneira de compreendermos melhor explicações. Para nossa argumentação, expomos o modelo nomológico-dedutivo de explicação que tradicionalmente centralizou o debate sobre modelos explicativos e também os contraexemplos ao modelo. Após isso, apresentamos uma teoria intervencionista da causação que propõem os critérios que uma relação deve possuir para ser causal. Para a abordagem intervencionista da causação, uma explicação é melhor do que outra quando responde a um número maior de questões sobre o que teria acontecido se as coisas fossem diferentes. Por fim, nós usamos a teoria intervencionista para resolver os contraexemplos ao modelo nomológico-dedutivo, de modo que possamos incorporar os benefícios do modelo.
Abstract The present study aims to argue in favor of a causal theory capable of providing a way to better understand explanations. For our discussion, we present the nomological-deductive model of explanation, which traditionally attracted the attention in discussions about explanation models, and also the counterexamples to this model. After that, we present an interventionist theory of causation that proposes which are the conditions a relation must meets to be causal. To an interventionist account of causation, an explanation is better than another when it can answer a larger number of questions about what would happen if things were different. Last, we use the interventionist account of causation to show how we can answer the nomological-deductive counterexamples, in a way that it incorporates the benefits of the model.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/132508
Arquivos Descrição Formato
000983545.pdf (425.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.