Repositório Digital

A- A A+

Criando laços via recursos informatizados : intervenção em saúde mental

.

Criando laços via recursos informatizados : intervenção em saúde mental

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Criando laços via recursos informatizados : intervenção em saúde mental
Autor Francisco, Deise Juliana
Orientador Axt, Margarete
Co-orientador Maraschin, Cleci
Data 2007
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação.
Assunto Informática na educação
Oficina pedagógica
Saúde mental
Subjetividade
[en] Mental health
[en] Subjectivity
[en] Technology
[en] Workshop
Resumo A presente tese foi desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação, do Grupo de Pesquisa Provia II: Programa Interinstitucional Comunidades de Aprendizagem, Estética do Virtual e Autoria Coletiva, especificamente na linha de pesquisa PPGIE/UFRGS: Interfaces Digitais em educação, Arte, Linguagem e Cognição bem como no Grupo de Pesquisa Políticas Públicas e Produção de Subjetividade, na linha de pesquisa: Redes, artefatos simbólicos e invenção de si. Ela se situa no movimento de desinstitucionalização, da reforma psiquiátrica e do movimento da luta antimanicomial no Brasil. A partir de uma parceria firmada entre a URI – Campus Santo Ângelo e o Centro de Atenção Psicossocial da cidade de Santo Ângelo/RS foi construído projeto de extensão universitária "Construindo laços via recursos informatizados". O mesmo visa à constituição de espaços virtuais para convivência e trocas entre pessoas em sofrimento psíquico. No decurso de três anos foram realizados grupos-oficinas de informática com trinta pessoas em sofrimento psíquico. Tal processo foi registrado em diários de campo, entrevistas formais e informais com participantes e equipe do CAPS, fotografias, filmagens, arquivos de dados. A tese teve como objetivo cartografar as relações humano-máquina e as composições de convivência ocorridas no uso de recursos informatizados. Trata-sede uma pesquisa qualitativa, na modalidade de pesquisa intervenção. O referencial teórico que balizou a tese foi a Filosofia da Diferença na perspectiva de pensar os processos maquínicos de subjetivação e a tecnologia bem como a sociedade de controle, articulada com a proposta foucaultiana de relações saber-poder e da visada institucionalista sobre instituição. Deste tripé outros autores fizeram parte, no sentido de propiciar discussões sobre saúde mental, tecnologia e subjetividade. A partir da cartografia foi possível visibilizar os acoplamentos homem-máquina realizados na oficina, o deslocamento do lugar de apenas louco para o participante da oficina, para o de criador. Assim, o acoplamento com a tecnologia digital teve um vetor para a constituição de um comum, mas não no sentido comunitário e sim no desobramento da produção como constituição da obra mesma. Esse desobramento se deu em trabalhos coletivos (confecção da home page do CAPS, escrita coletiva de texto no Equitext, conversas no MSN,confecção de jornal) tendo como vetor a religião, temas de interesse dos participantes (como busca de informações sobre patologias,tratamento, medicação, receitas culinárias, imagens, cartões) e relações com familiares e equipe do CAPS.
Abstract The thesis is placed in the movement of the psychiatric reform in Brazil. From a partnership firmed between URI - Campus Santo Ângelo and psychosocial attention center (CAPS) was constructed project. It aims at the constitution of virtual spaces for nets and exchanges between for people in need of mental health care. In the continuation of three years group-workshops of computer with thirty people in psychic suffering had been carried through. Such process was registered in daily of formal and informal field, interviews with participants and team of the CAPS, photographs, filmings, archives of data. The thesis had as objective to map the relations human being-machine and the occured compositions of nets. One is about a qualitative research, in the intervention research. The theoretical referencial that marked out with buoys the thesis was the Philosophy of the Difference in the perspective to think the processes of subjetivation and the technology as well as the control society; articulated with ways of subjectivation and power relations based on a Foucaultian approach; and about institution. From the cartography he was possible to carried through couplings manmachine in the workshop, the displacement of the place for the participant for the one of creator. Thus, the coupling with the digital technology had a vector for the constitution of a common one, but not in the communitarian direction and yes in the “desobramento” of the production as constitution of the same workmanship. This if gave in collective works having as vector the religion, familiar subjects of interest of the participants (as search of information on diseases, treatment, prescriptions, images, cards) and relations with and team of the CAPS.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/13256
Arquivos Descrição Formato
000643017.pdf (5.884Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.