Repositório Digital

A- A A+

Tradução e enunciação : desenvolvimento da competência tradutória

.

Tradução e enunciação : desenvolvimento da competência tradutória

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Tradução e enunciação : desenvolvimento da competência tradutória
Outro título Translation and enunciation : development of translation competence
Autor Rosário, Heloisa Monteiro
Reuillard, Patrícia Chittoni Ramos
Resumo Considerando que a competência tradutória não é algo inato, mas adquirido ao longo de um processo consciente e contínuo de formação, que vai do aprendiz ao profissional, este estudo, partindo da análise de exemplos de traduções do francês para o português feitas por alunos de Letras, em um contexto de ensino-aprendizagem, ou de exemplos extraídos de obras publicadas, debruça-se sobre a construção da competência leitora, que diz respeito à leitura para fins específicos de tradução. Apoia-se, para tanto, no modelo PACTE, que vê a competência tradutória como um conhecimento especializado, composto por conhecimentos declarativos e operacionais, que compreende as subcompetências bilíngue (conhecimento da língua de partida e de chegada), extralinguística (conhecimento de mundo), instrumental (conhecimento de fontes de documentação e de recursos tecnológicos), estratégica (conhecimento relacionado à operacionalização da atividade de tradução), conhecimentos teórico-práticos sobre a tradução, além dos componentes psicofisiológicos (aspectos cognitivos, tais como memória e capacidade de análise e síntese). A subcompetência bilíngue implica conhecimentos gramaticais, textuais, pragmáticos e discursivos nas línguas de trabalho; conhecimentos estes imprescindíveis à compreensão do texto de partida e à produção do texto de chegada. O estudo ancora-se, igualmente, nas noções de semiótico e semântico da teoria benvenistiana da enunciação, que, buscando o homem na língua, se interessa pela inscrição do sujeito na estrutura por intermédio de marcas específicas de tempo, espaço e pessoa mobilizadas pelo locutor a cada instância de discurso. Considera-se, desse modo, a língua não apenas como um sistema de signos (modo semiótico), mas como o sistema linguístico resultante da atividade do locutor em relação à língua (modo semântico). Defende-se portanto, neste estudo, a importância de um trabalho que relacione o modelo PACTE e uma reflexão enunciativa, nas aulas teóricas e práticas de tradução, de modo a desenvolver a competência leitora do aprendiz de tradução e, consequentemente, sua competência tradutória.
Abstract Considering that translation competence is not something innate, but something that is acquired through a conscious and continuous formation process, going from the learner to the professional, this study, based on the analyses of French to Portuguese translations examples made by Translation students, or discussed by us, in a learning-teaching process, is focused on reading competence building, in what concerns reading to specific translation purposes. Based on the PACTE model, which considers translation competence as a specialized knowledge, formed by procedural and declarative knowledge, in what concerns the bilingual sub-competences (source and target language knowledge), extra-linguistic (world knowledge), instrumental (documentation and technology resources knowledge), strategic (knowledge related to the operacionalization of translation activity), practical and theoretical knowledge about translation, besides the psycho-physiological components (cognitive aspects, such as memory and capacity of analysis and synthesis). Bilingual sub-competence implies grammatical, textual, pragmatic and discursive knowledge at the language of work, essential knowledge towards the source text comprehension and the target text production. It is also based on the semiotic and semantic notions of Benveniste enunciation theory, which, seeking the man in the language, it is concerned in how the subject appears in the structure through specific time, space and person marks, used by the speaker in each instance of discourse Therefore, language is considered not only a sign system (semiotic), but as the linguistic system that results from the speaker activity towards the language (semantic). So, it is argued here the importance of a work that puts PACTE model and an enunciative reflection together at practical and theoretical translation classes, in order to develop the translation learner reading competence, and, therefore, his/hers translation competence.
Contido em Entrelinhas. São Leopoldo, RS. V. 8, n. 1 (jan./jun. 2014), f. 3-12
Assunto Competência
Tradução
Tradutores
[en] Discursive sequence
[en] Discursive type
[en] Social discursive interactionismo
[en] Textaul genres
[en] Universityexaminations entrace
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/132560
Arquivos Descrição Formato
000982421.pdf (268.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.