Repositório Digital

A- A A+

Crescimento, diversidade e sobrevivência : o conceito de fidelidade aplicado em um estudo cientométrico

.

Crescimento, diversidade e sobrevivência : o conceito de fidelidade aplicado em um estudo cientométrico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Crescimento, diversidade e sobrevivência : o conceito de fidelidade aplicado em um estudo cientométrico
Outro título Growth, diversity and survival: the concept of vitality applied to a scientometric study
Autor Maia, Maria de Fátima Santos
Caregnato, Sonia Elisa
Resumo Aborda a estrutura e a dinâmica das atividades de produção científica na área das Ciências da Saúde no Brasil. Partiu-se do pressuposto de que a vitalidade da ciência pode ser identificada através de características sobre produtividade de autores, longevidade de instituições, diversidade temática e canais de divulgação. Por meio da identificação dessas características específicas, foram apontados indícios que representam diferentes graus de vitalidade. Analisando 117.521 artigos de autores brasileiros publicados entre 1987 e 2011 em periódicos indexados pela base de dados bibliográfica Medline, foram identificadas características de vitalidade em cada um dos 27 estados da federação. Os resultados revelaram que, na área das Ciências da Saúde no Brasil, há muita disparidade entre os estados e que os maiores graus de vitalidade científica estão localizados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.
Abstract The paper addresses the structure and dynamics of scientific activities in the Health Sciences in Brazil. It starts with the assumption that vitality in science can be identified by characteristics related to productivity of authors, longevity of institutions, thematic diversity and publication channels. It points out specific features that represent different degrees of vitality in science. Analyzing 117,521 articles by Brazilian authors published between 1987 and 2011 in journals indexed by MEDLINE, vitality characteristics have been identified in each of the 27 states of the country. The results reveal that, in the area of Health Sciences in Brazil, there is much disparity between the states and that the higher levels of scientific vitality are located in the states of São Paulo, Rio de Janeiro and Rio Grande do Sul.
Contido em Em Questão. Porto Alegre. Vol. 21, n. 3 (set./dez. 2015), p. 368-389
Assunto Cientometria
Comunicação científica
[en] Health Sciences
[en] Scholarly communication
[en] Scholarly communication patterns - Brazil
[en] Scientometrics
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/132576
Arquivos Descrição Formato
000982223.pdf (589.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.