Repositório Digital

A- A A+

Arquitetura de fácies e evolução estratigráfica da Formação Tacuarembó, Bacia Norte – UY

.

Arquitetura de fácies e evolução estratigráfica da Formação Tacuarembó, Bacia Norte – UY

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Arquitetura de fácies e evolução estratigráfica da Formação Tacuarembó, Bacia Norte – UY
Autor Amarante, Francyne Bochi do
Orientador Scherer, Claiton Marlon dos Santos
Co-orientador Aguilar, César Alejandro Goso
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Depósito eólio
Deposito flúvio
[en] Aeolian deposit
[en] Batovi member
[en] Fluvial-aeolian deposit
[en] Rivera member
Resumo O presente trabalho tem como objetivo principal a análise sedimentológica e estratigráfica da Formação Tacuarembó, buscando a caracterização faciológica, a reconstrução dos modelos deposicionais e a definição das relações de contato entre os membros Batoví e Rivera. Além disso, este trabalho busca discutir os mecanismos controladores da sedimentação, tentando discriminar os fatores alocíclicos e autocíclicos. A partir do levantamento de perfis colunares na escala 1:50, elaboração de seções laterais através da confecção de fotomosaicos e coleta de dados de paleocorrentes, foram individualizadas diferentes associações de fácies. O Membro Batoví é constituído por associações de fácies de (1) dunas e interdunas eólicas e (2) canais fluviais. O Membro Rivera, por sua vez, é constituído essencialmente por associações de fácies de dunas eólicas. A alternância entre depósitos eólicos e fluviais do Membro Batoví gera ciclos de escala de até aproximadamente 5 metros, cuja gênese pode ser de origem auto ou alocíclica. Já o Membro Rivera caracteriza-se pelo sucessivo cavalgamento de dunas eólicas, sem a ocorrência de depósitos de interdunas úmidas ou encharcadas, definindo um sistema eólico seco. A mudança abrupta de sistemas deposicionais, marcada por uma superfície plana, por vezes com concentração de clastos, indica a existência de uma discordância entre os membros Batoví e Rivera. Aliado a isto, a mudança no modelo deposicional sugere uma alteração climática, passando de um clima arido a semi-árido durante a deposição do Membro Batoví, para um clima hiperárido ao longo da deposição do Membro Rivera. As dunas eólicas foram cobertas por lavas basálticas da Formação Arapey, preservando sua morfologia.
Abstract This study’s main objective is the sedimentary and stratigraphic analysis of the Tacuarembó Formation, through the faciological characterization, the reconstruction of the depositional models, and the definition of the contact relations between the Batoví and Rivera members. Additionally, the present study aims to discuss the sedimentation controlling mechanisms, attempting to distinguish allociclic and autociclic factors. Starting from the survey of columnar profiles in a 1:50 scale, the elaboration of lateral sections from the confection of photomosaics and the collection of paleocurrent data, different facies associations were individualized. The Batoví Member is formed by facies associations of (1) aeolian dunes and interdunes and (2) fluvial channels. The Rivera Member, on the other hand, is essentially made of aeolian dunes facies associations. The frequent shift between aeolian and fluvial deposits generates cycles measuring up to approximately 5 meters, which genesis may be related to autociclic or allociclic mechanisms. Contrastingly, the Rivera Member was characterized by the successive aeolian dunes climbing, without the occurrence of wet or damp interdunes deposits, defining a dry aeolian system. The sudden change of depositional systems marked by a flat surface, occasionally containing clasts, points to the existence of an unconformity between the Batoví and Rivera members. Combined with those characteristics, the change in depositional models suggests a climatic variation, from an arid to semi-arid climate during the deposition of the Batoví Member, to a hyper arid climate context by the time the Rivera Member was being deposited. The aeolian dunes were covered by the basaltic lavas of the Arapey Formation, which allowed the preservation of their morphology.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/132704
Arquivos Descrição Formato
000983793.pdf (3.565Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.