Repositório Digital

A- A A+

Análise histológica dos tecidos periapicais de dentes de cães como recurso para avaliar a influência dos auxiliares químicos da instrumentação no selamento dos canais radiculares obturados com RealSeal® e expostos ao meio bucal

.

Análise histológica dos tecidos periapicais de dentes de cães como recurso para avaliar a influência dos auxiliares químicos da instrumentação no selamento dos canais radiculares obturados com RealSeal® e expostos ao meio bucal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise histológica dos tecidos periapicais de dentes de cães como recurso para avaliar a influência dos auxiliares químicos da instrumentação no selamento dos canais radiculares obturados com RealSeal® e expostos ao meio bucal
Autor Santos, Regis Burmeister dos
Orientador Sant'Ana Filho, Manoel
Co-orientador Della Bona, Alvaro
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Canais radiculares : Obturacao
Endodontia
Materiais odontologicos : Avaliacao
[en] Periapical tissue inflammation
[en] Radicular leakage
[en] Resilon
[en] Root canal cleaning
[en] Root canal irrigation
Resumo Este estudo, in vivo, visou a avaliar a influência do auxiliar químico no selamento dos canais radiculares obturados com o sistema RealSeal® e preparados para a colocação de pino protético, pela análise da resposta dos tecidos periapicais de dentes de cães. Foram testados os produtos químicos hipoclorito de sódio a 1% e a clorexidina gel a 2%. A pesquisa foi desenvolvida em 6 cães, 10 dentes em cada um deles, num total de 60 dentes e 120 canais divididos em sete grupos, sendo três grupos teste, três grupos controle negativo e um grupo controle positivo. Todos os dentes permaneceram selados por 24 horas após terem sido tratados. Decorrido este prazo, os selamentos provisórios dos dentes pertencentes aos grupos teste e controle positivo foram removidos, permanecendo sem selamento por 90 dias. Os dentes dos grupos controle negativo foram mantidos com selamento durante todo o período experimental, quando os animais foram mortos e suas mandíbulas removidas. O processamento histológico foi realizado com hematoxilina e eosina. A análise histológica, com auxílio de um microscópio óptico, baseou-se na avaliação da situação histológica dos tecidos periapicais. A análise estatística foi realizada a partir do teste não paramétrico de Kruskal-Wallis com localização de diferenças pelos procedimentos de post-hoc, de Mann-Whitney e Willcoxon. O nível de significância considerado adequado foi de 5%. Os grupos experimentais e controle negativo apresentaram menor grau de inflamação dos tecidos periapicais em comparação com o grupo controle positivo no qual se observou, em todos os espécimes, presença de infiltrado polimorfonuclear neutrófilo e/ou eosinófilo, com presença de áreas de formação de abscesso (p=0,001). Como conseqüência das análises descritas foi concluído que os auxiliares químicos da instrumentação do canal, hipoclorito de sódio a 1%, clorexidina gel a 2% e o soro fisiológico, associados ao EDTA a 17%, não interferiram na resposta do tecido periapical, parecendo, também, não terem interferido na imbricação do sistema RealSeal® nas paredes do canal radicular, no período experimental de 90 dias. Pode-se inferir, ainda, que o material obturador remanescente após o preparo para o pino protético foi eficaz na vedação da zona apical do canal radicular, no espaço do tempo experimental.
Abstract The aim of this study was to assess the influence of the cleaning protocol on sealing of root canal obturation with RealSeal following post space preparation, by means of periapical tissue response analysis. 1% sodium hypochlorite and 2% chlorhexidine were the tested products. For this purpose, six dogs were used, 10 teeth in each dog, comprising a total of 60 teeth and 120 root canals, were randomly divided into seven groups, being three test groups, three negative controls and a positive control. Following obturation, all teeth were kept totally sealed during 24 hours to allow sealer setting. Then the positive control and the three test groups had their seal removed, and obturation material exposed to the oral environment for 90 days. Negative controls were kept sealed during the whole experimental period. The animals were killed and their mandibles removed. Histological procedures were adopted as to HE staining. Optical histological analysis at magnifications varying from 25x to 400x considered the periapical tissue status at various sites by a blinded senior observer. Non-parametric Kruskal-Wallis and a Mann-Whitney and Willcoxon post-hoc were adopted at α= 0.05. Experimental groups and negative control had lower degree of inflammation when compared with the positive control, which showed consistently neutrophil and eosinophil infiltrates and areas of abscess (p=0.001). Both sodium hypochlorite and chlorhexidine behaved similarly, not interfering with the periapical tissue response. The remaining filling material was efficient to seal the apical portion of the root canal, regardless of the cleaning protocol.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/132737
Arquivos Descrição Formato
000760014.pdf (726.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.