Repositório Digital

A- A A+

Gênero, masculinidade e saúde do homem

.

Gênero, masculinidade e saúde do homem

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Gênero, masculinidade e saúde do homem
Outro título Gender, masculinity and human health
Autor Fagundes, Janifer de Oliveira
Orientador Prá, Jussara Reis
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Ciências Sociais: Bacharelado.
Assunto Feminismo
Gênero
Imaginário social
Masculinidade
Saúde do homem
[en] Feminism
[en] Gender
[en] Masculinity
[en] Men's health
Resumo A proposta deste trabalho é abordar a temática da masculinidade, tendo como referência as questões de gênero e da saúde do homem, com o aporte dos estudos feministas. O objetivo central do estudo é refletir sobre a influência da noção de masculinidade hegemônica, tendo em vista o seu impacto no imaginário social masculino e nos serviços de saúde. Especificamente, interessa realçar as noções de gênero e masculinidade a fim de identificar algumas das barreiras institucionais na atenção à saúde do homem e dimensionar as barreiras socioculturais que respondem pela negligencia da população masculina com o autocuidado e o adoecimento. O estudo de cunho exploratório-descritivo adota a abordagem qualitativa, por meio de análise bibliográfica e documental, priorizando artigos publicados no SciELO (2005-2015) e documentos oficiais referentes à saúde do homem. Os resultados do estudo reforçam a ideia de que o imaginário social pelo qual o homem se vê é visto como ser forte e menos vulnerável acarretando situações de risco, levando ao déficit de estratégias inclusivas para o atendimento integral da saúde dos homens e de comportamentos de autocuidado e para o cuidado de outrem.
Abstract The purpose of this work is to approach the issue of masculinity, with reference to the issues of gender and human health, with the contribution of feminist studies. The main objective of the study is to reflect on the influence of the concept of hegemonic masculinity, considering its impact on the male imaginary social and health services. Specifically, interests highlight the notions of gender and masculinity in order to identify some of the institutional barriers in health care for the man and scale socio-cultural barriers that account for the neglect of the male population with self-care and illness. The exploratory and descriptive nature of the study adopts a qualitative approach, through literature and document analysis, prioritizing articles published in SciELO (2005-2015) and official documents relating to human health. The study results reinforce the idea that the social imagination by which man is seen is seen as being stronger and less vulnerable leading risk situations, leading to deficits of inclusive strategies for the comprehensive care of men's health and self-care behavior and someone else's care.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/132826
Arquivos Descrição Formato
000983868.pdf (604.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.