Repositório Digital

A- A A+

O estado e a revolução em três tempos : Lênin, Gramsci e os eurocomunistas

.

O estado e a revolução em três tempos : Lênin, Gramsci e os eurocomunistas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O estado e a revolução em três tempos : Lênin, Gramsci e os eurocomunistas
Autor Narciso, Pedro Felipe
Orientador Gugliano, Alfredo Alejandro
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Ciências Sociais: Bacharelado.
Assunto Eurocomunismo
Gramsci, Antonio 1891-1937
Hegemonia
Lenin, Vladimir Ilich Ulianov 1870-1924
Teoria do estado : Estado social
Resumo O presente trabalho discorre sobre a teoria de Estado e a estratégia socialista em três diferentes momentos do século XX, abarcando a análise sobre a concepção de Lênin, desenvolvida ainda na primeira e segunda década do século passado; a de Gramsci, elaborada entre o fim dos anos de 1920 e começo dos anos de 1930; e a dos eurocomunistas, desenvolvida na década de 1970. O objetivo principal do referido estudo é posicionar teoricamente a obra de Gramsci em relação às duas grandes vertentes que advogam o legado do autor, o marxismo revolucionário referenciando em Lênin e o marxismo reformista referenciado no pensamento eurocomunista. O trabalho se justifica na importância da obra de Gramsci, a qual é uma referência utilizada nas mais diferentes áreas das ciências humanas e que, no entanto, apesar disso, não foi sistematicamente estruturada pelo próprio autor, sendo constituída em sua maioria por artigos de jornais e anotações projetando trabalhos não realizados, fato que torna os estudos sobre a obra do revolucionário italiano polêmicos, pois esses acabam envolvendo, muitas vezes, suposições não comprovadas do que supostamente Gramsci gostaria de ter dito ou escrito. Assim, saber se Gramsci fundamenta sua estratégia socialista para o ocidente a partir de uma compreensão específica acerca do Estado é de relevância crucial no sentido de contribuir para o entendimento acerca do conceito de hegemonia, do seu uso ao longo da história e do posicionamento intelectual e político de Gramsci, que não só diz respeito à compreensão da realidade política a partir da sua elaboração teórica, mas também, à qualificação das intervenções políticas das classes subalternizadas.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/132842
Arquivos Descrição Formato
000983988.pdf (678.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.