Repositório Digital

A- A A+

A carne platina no capitalismo central : relações de dependência e participação no mercado e dieta britânicos (1870-1914)

.

A carne platina no capitalismo central : relações de dependência e participação no mercado e dieta britânicos (1870-1914)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A carne platina no capitalismo central : relações de dependência e participação no mercado e dieta britânicos (1870-1914)
Autor Romero, Allejandro Gomes
Orientador Luce, Mathias Seibel
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Carne : Agroindustria
Classe trabalhadora
Comércio internacional : Exportação
Economia : Argentina
Grã-Bretanha
[en] Argentine economy
[en] British imports
[en] Dependent capitalism
[en] International meat trade
[en] Working class
Resumo Este trabalho analisa, através dos aportes da Teoria Marxista da Dependência, as importações inglesas de carne argentina durante a chamada Era Vitoriana e no período que antecede a Primeira Guerra Mundial (1870-1914). Empreende-se também a junção do estudo da conformação histórica da divisão internacional do trabalho e das relações de imperialismo e dependência com a forma da inserção da carne estrangeira na dieta da classe trabalhadora britânica e seus desdobramentos para influir no padrão de vida destes. Para tal, além dos conceitos relativos ao padrão primário-exportador de reprodução do capital das economias dependentes latino-americanas, pensa-se também sobre processo de passagem para a mais-valia relativa e sua influência no padrão de vida, para a melhor compreensão dos mecanismos e entraves pelo qual essa carne tornou-se alimento da classe trabalhadora do então centro capitalista. No auxílio a estes objetivos são analisados também alguns números do periódico inglês The Economist de modo a elucidar o ponto de vista do centro imperialista sobre estes processos.
Abstract This research analyzes, through the contributions of Marxist Theory of Dependence, the British imports of Argentine meat during the Victorian era and the period before the First World War (1870-1914). It undertakes also the joint study of the historical conformation of the international division of labor and relations of imperialism and dependence on the shape of the foreign meat inclusion in the diet of the working class and its developments to influence the standard of living of these. To this end, in addition to the concepts of the reproductive primary export pattern of the capital of Latin American dependent economies also think about the process of transition to the relative surplus value and its influence on standard of living, to a better understanding of the mechanisms and obstacles by which this meat has become food of the British working class of the then capitalist center. In helping these goals are also analyzed some issues of English periodical The Economist in order to elucidate the point of view of the imperialist center of these processes.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/132853
Arquivos Descrição Formato
000984073.pdf (502.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.