Repositório Digital

A- A A+

Meio ambiente no telejornalismo: efeitos de sentido sobre preservação no Nordeste Viver e Preservar

.

Meio ambiente no telejornalismo: efeitos de sentido sobre preservação no Nordeste Viver e Preservar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Meio ambiente no telejornalismo: efeitos de sentido sobre preservação no Nordeste Viver e Preservar
Autor Silva, Eutalita Bezerra da
Orientador Girardi, Ilza Maria Tourinho
Co-orientador Porcello, Flávio Antônio Camargo
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Jornalismo ambiental
Nordeste Viver e Preservar (Programa de televisão)
Telejornalismo
[en] Conservation
[en] Discourse
[en] Enviromental journalism‘s
[en] Preservation
[en] TV news
Resumo Este trabalho tem como temática central o discurso telejornalístico acerca da preservação ambiental. Buscou-se compreender a concepção sobre o assunto que emerge no discurso do programa de televisão Nordeste Viver e Preservar. Para isso, foram analisadas sequências discursivas colhidas em 39 reportagens veiculadas entre os anos de 2008 e 2015. O estudo aborda, ainda, a crise ambiental que incide sobre a sociedade contemporânea e as discussões que se colocam para uma convivência mais harmônica entre homem-natureza. Por desenvolver-se sobre a materialidade do texto verbal e imagético da televisão, ainda é feita uma incursão sobre esta mídia e sua potencialidade de informar sobre ecologia. O olhar do Jornalismo Ambiental, com seu caráter educativo, informativo e mobilizador, perpassa o trabalho. A operacionalização dos objetivos busca nas noções da Análise do Discurso de matriz francesa analisar as marcas discursivas que apontem para a concepção de preservação ambiental admitida pelo programa e em que Formações Discursivas esses dizeres estão inseridos. Também reflete sobre a postura admitida pelo Nordeste Viver e Preservar ao discutir a preservação ambiental. A investigação aponta que, para o programa, preservar está ligado a proteger aquilo que se conhece, pelo qual se tem empatia e cuja ação propiciará lucros ou evitará prejuízos. Também se percebe uma forte imbricação entre a preservação e a noção de beleza, de exotismo e a demarcação de personagens que constroem a narrativa da preservação. Estes têm um ato de bondade em relação ao ambiente. Admite-se a predominância de uma Formação Discursiva Conservacionista, na qual predominam dizeres relacionados à intervenção do homem na natureza como necessária à sua sobrevivência. Percebe-se também, embora com menos espaço, uma Formação Discursiva Preservacionista, que imputa ao homem a culpa pela crise atual, o que sugere a necessidade de impor restrições à sua interferência no ambiente. A investigação indica que, embora se intitule um programa sobre preservação, o discurso do Nordeste Viver e Preservar está mais alinhado a uma postura conservacionista.
Abstract This work has as its central theme the journalistic discourse on the environmental preservation. The analysis aims to perceive the subject of the discourse on the television program Nordeste Viver e Preservar. The work is based on the analysis of discoursive sequences drawn from 39 stories transmitted between 2008 and 2015. The study considers also the environmental crises that affects the contemporary society and the discussions that arise to enlighten a better and more harmonious cohabitation between men and nature. Because the work is developed on the materiality of the verbal text and imagery of television, we also focus on that medium and its potential to inform about ecology. The environmental journalism´s spirit, with its educational, informative and mobilizing character, pervades the discussion. The operationalization of this goals has its bases on the French discourse analysis, inquiring the discursive imprints that point to the conception of environmental preservation on the show and in what discursive formation are they enbedded. The position of the show Nordeste Viver e Preservar is also taken into account. This research shows that, for the program preserve is bound to protect what you know, what you have empathy and whose action will provide profits or avoid losses. We may notice a close relationship between the preservation and the notion of beauty, of exoticism and the clear demarcation of characters who build the narrative of preservation, as being individuals who practice acts of human kindness towards the environment. We may point to the preponderance of a Conservationist Discursive Formation, in which subject-matter to human intervention in nature as necessary for their survival are predominant, we may encounter likewise, although in less space, a Preservationist Discursive Formation, that blames on men the actual crises, what suggests the need of imposing restrictions on its environmental interference. The analysis indicates that, although the television show may evoque the concept of preservation by his name, Nordeste Viver e Preservar has a discourse that points towards a more conservationist position.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/132857
Arquivos Descrição Formato
000984917.pdf (1.635Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.