Repositório Digital

A- A A+

Terrorismo de estado e violência sexual na ditadura brasileira (1964–1985)

.

Terrorismo de estado e violência sexual na ditadura brasileira (1964–1985)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Terrorismo de estado e violência sexual na ditadura brasileira (1964–1985)
Autor Contreiras, Janaína Athaydes
Orientador Padrós, Enrique Serra
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Sociais. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Ditadura civil-militar
Terrorismo de estado
Violência sexual
[en] National security dictatorships
[en] Sexual violence
[en] State terrorism
[en] War booty
Resumo A presente pesquisa aborda a violência sexual no marco do Terrorismo de Estado na ditadura de segurança nacional brasileira, presente desde os primórdios do regime de exceção. As modalidades de violência sexual utilizadas especificamente contra as mulheres, em contexto repressivo, constituíram parte de um método utilizado com determinadas finalidades: possuir a mulher e ter o domínio sobre ela; utilizar seus corpos como “arma de guerra” para destruir os homens vinculados a elas; e puni-las duplamente, como opositoras do sistema imposto “inimigos internos” e por transgredirem seu “papel social feminino”. As mulheres perseguidas políticas sofreram diversos tipos de violência (psicológicas, simbólica, moral, física). Em contexto de ditadura, a discriminação contra a mulher, marca de uma sociedade patriarcal, é extrapolada e atinge altos níveis de brutalidade e crueldade. Diante de mulheres que lutaram por mudanças ou resistiram ao regime discricionário, os agentes da ditadura agiram com particular violência e total impunidade com a finalidade de destruí-las, enquadrá-las e recoloca-las no seu “devido lugar”. A pesquisa se baseou nos processos da Comissão Especial de Indenização de Ex-Presos Políticos do Estado do Rio Grande do Sul, bem como nos depoimentos concedidos ao grupo de trabalho (GT) “Ditadura e Gênero” da Comissão Nacional da Verdade.
Abstract The objective of the present paper is to comprehend the sexual violence in the State Terrorism of the brazilian dictatorship because in our perception this violence was present since the beginnings of the Exception Regime. We analysed the processes of the Special Commission of Compensation of Former Political Prisoners, also the transcriptions of the interviews made by the working group of "Dictatorship and Gender" of the National Commission of Truth. In this paper we highlight the modalities of sexual violence used specifically against women because we understand that in repressive contexts this methods are used with some purposes: posses a woman and have dominion over her; use their body as a "war weapon" against the men they're vinculated and double punish them, because they were oppositionists of the imposed system or because they transgressed their "feminine social role". We understand that many women suffered and still suffer with violence, such as psychological, symbolical or physical, no matter what kind of society they are. However, in war contexts or repressive ones, this violence reaches high levels of brutality and cruelty. Therefore, we understand that this specific violence was also used by the agents of the brazilian dictatorship as a systematic practice with the objective to destroy those women because of the motives previous presented.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/132867
Arquivos Descrição Formato
000983930.pdf (754.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.