Repositório Digital

A- A A+

Rede de conversação virtual : engendramento coletivo-singular na formação de professores

.

Rede de conversação virtual : engendramento coletivo-singular na formação de professores

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Rede de conversação virtual : engendramento coletivo-singular na formação de professores
Autor Rodrigues, Sheyla Costa
Orientador Maraschin, Cleci
Co-orientador Laurino, Débora Pereira
Data 2007
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação.
Assunto Aprendizagem
Formação
Informática na educação
Professor
[en] Conversation network
[en] Digital technologies
[en] Teachers’ formation
Resumo Esta tese buscou conhecer como os professores reconfiguram saberes e práticas em uma rede de conversação. A rede de conversação é composta pelos participantes do Projeto Escola-Comunidade-Universidade: buscando metodologias educativas, interativas e interconectivas em uma visão sistêmica – ESCUNA. O projeto ESCUNA é uma parceria entre a Fundação Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e a Prefeitura Municipal do Rio Grande e tem por objetivo formar professores para trabalhar com a metodologia de projetos de aprendizagem a fim de romper as barreiras disciplinares existentes na escola e possibilitar, assim, um trabalho interdisciplinar. Neste trabalho, fundamentamos a hipótese de que as transformações nos saberes e práticas dos professores decorrem de uma experiência em redes de conversação que incluem modos de conviver, de interagir, de coordenar ações e de tomar essas coordenações como objetos de reflexão. Para sustentar as ações e a experiência vivida, iniciamos uma rede de conversação teórica com os autores Maturana, Varela e Tardif, através dos conceitos transformação na convivência, enação e cultura docente em ação. A conversa possibilitou a construção de uma matriz teórico-metodológica originando narrativas coletivas. O estudo enfocou e delimitou o campo de análise para o entrelaçamento ocorrido no espaço virtual de formação dos professores, ou seja, o Curso de Especialização em Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação (TICEDU). Na pesquisa a experiência, vivida na rede de conversação, foi analisada tomando como observáveis as interações nos diferentes fóruns realizados no TICEDU buscando temas recorrentes. A recursividade dos temas desencadear metodológico, projetos de aprendizagem, conteúdos escolares, currículo, tecnologias e mudanças na prática pedagógica foi determinante para a construção de narrativas coletivas que trouxeram à tona como os saberes da experiência, o vivenciar conjunto, o reviver de conceitos e práticas, o acoplamento com as tecnologias, a interação, o deixar-se permear pelo outro e ao mesmo tempo diferenciar-se dele são fontes inesgotáveis do fazer que compõe o referencial docente. Estar em ação com o outro fez surgir deslocamentos na cultura docente. Na convivência percebemos práticas mais colaborativas e coletivas encontrando respaldo no fazer docente, oportunizando questionar e reinventar não apenas suas práticas pedagógicas, mas a organização do trabalho na escola, criando, assim, uma nova cultura entendida como o ciberespaço de formação. As narrativas apontaram também que, se por um lado os processos de construção de novas possibilidades relativas à formação de professores são ilimitados, por outro lado, são atualizados na ação num contínuo entrelaçamento da teoria e da prática. Sabemos que o processo de continuidade de uma rede virtual só ocorre quando há recorrência de ações e seus participantes sentem necessidade de mantê-la viva. Essa rede de conversação continua a existir, porque existe uma emoção que constitui as condutas resultando em interações recorrentes na direção da constituição de um coletivo inteligente. A interpretação narrativa é resultado do fenômeno de um conversar sobre o fazer (os vários fóruns de discussão) e da polifonia (múltiplas vozes dos professores), permitindo ver a construção de uma história social, ou melhor, a história social e profissional dos professores da rede municipal de ensino do Rio Grande.
Abstract This thesis aimed know how teachers reconfigure knowledges and practices in a conversation network. The conversation network is composed by participants of the project School-Comunity-University: looking for educative, interactive and interconnective methodologies in a systemic vision – ESCUNA. Project ESCUNA is a partnership between the Federal University of Rio Grande Foundation (FURG) and Rio Grande’s Prefecture and it has for objective form teachers to work with learning projects methodology aiming break the subjects’ barriers existing in school and make, therefore, an interdisciplinary work possible. In this project, we fundament the hypothesis that transformations in teachers’ knowledges and pratices elapse of an experience in conversation networks which includes ways of living together, interact, coordinate actions and take those coordinations as reflection objectives. In order to sustain the actions and lived experiences, we began a theoretical conversation network with the authors Maturana, Varela and Tardif, through the concepts transformation in coexistence, enaction e professor culture in action. The conversation makes construction of a theoretician-methodological matrix originating collective narratives. The study focused and delimited the analysis field to the interlacement occurred in the virtual space of formation of professors, that is, the Course of Specialization in Technologies of Information and Communication in Education (TIC-EDU). In the research, the experience, lived in the conversation network, was analyzed taking as observable the interactions in different forums carried through the TIC-EDU searching recurrent subjects. The recursion of subjects methodological unchain, learning projects, school contents, curriculum, technologies and changes in pedagogical practices was determinative for collective narratives construction that reveals how experience knowledges, the living together, the relive of concepts and practices, the coupling with the technologies, the interaction, leaving themselves to permear for the other and at the same time to differentiate itself of it are inexhaustible sources of doing which it composes the teaching referential. Being in action with the other made appear displacements in teaching culture. In the coexisting, we perceive more collaborative and collective practices finding endorsement in the professor making, favoring question and reinvent not only pedagogical practices, but also the organization of work in school, creating, thus, a new culture understood as a formation cyberspace. The narratives also pointed out that, if on the one hand the processes of construction of new possibilities related to the formation of teachers are limitless, on the other hand they are updated in action in a continuous interlacement of theory and practice. We know that the process of continuity of a virtual network only occurs when there is recurrence of actions and its participants feel necessity of keeping it live. That conversation network continues to exist, because there is an emotion that constitutes the behaviors resulting in recurrent interactions in the direction of the constitution of an intelligent collective. The narrative interpretation is result of the phenomenon of a colloquy about the doing (the several forums of discussion) and the polyphony (multiple voices of the professors), allowing to see the construction of a social history, or better, the social and professional history of the professors of the municipal net of education of Rio Grande.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/13290
Arquivos Descrição Formato
000642906.pdf (1.232Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.