Repositório Digital

A- A A+

A inserção socioprofissional dos jovens egressos da Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul no Vale do Rio Pardo, RS : uma contribuição para o desenvolvimento rural

.

A inserção socioprofissional dos jovens egressos da Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul no Vale do Rio Pardo, RS : uma contribuição para o desenvolvimento rural

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A inserção socioprofissional dos jovens egressos da Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul no Vale do Rio Pardo, RS : uma contribuição para o desenvolvimento rural
Autor Pozzebon, Adair
Orientador Marques, Flávia Charão
Co-orientador Dresch, Nelton Luis
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Agricultura familiar
Desenvolvimento rural
Economia
[en] Family farming
[en] Pedagogy of alternance
[en] Rural education
[en] Rural youth
Resumo Este estudo teve por objetivo descrever e analisar o processo de elaboração e desenvolvimento do Projeto Profissional do Jovem – PPJ na Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul (EFASC), buscando evidenciar os resultados de sua implantação. Analisou-se também a trajetória dos jovens egressos através de sua inserção socioprofissional e a relação deste processo com o desenvolvimento rural no Vale do Rio Pardo. Associando um levantamento quantitativo por meio de questionário semi-estruturado a uma abordagem qualitativa, foram pesquisadas as duas primeiras turmas formadas na EFASC (2011 e 2012), compreendendo um universo de 66 jovens, todos filhos e filhas de agricultores familiares. Os resultados indicam que o PPJ é o principal meio para discutir, refletir e organizar possibilidades concretas de inserção socioprofissional dos estudantes, uma vez que interliga dialogicamente as aprendizagens desenvolvidas, ressaltando-se em sua concepção duas vertentes: a pedagogia da Alternância e a metodologia por Projetos. Foi possível verificar que a ampla maioria dos projetos foi implantada e que os mesmos continuam ativos, principalmente devido ao envolvimento da família. No que tange à trajetória dos jovens egressos pesquisados, verificou-se que 82% permanecem residindo no campo, a maioria junto aos pais, sendo a taxa de migração inter-regional quase nula. Dentre os que residem no campo, 76% se dedicam à agricultura, alguns combinando atividades fora da propriedade, caracterizando as famílias como pluriativas. Tal estratégia denota a presença de diversificação das fontes de renda. Outro aspecto evidenciado, é que 32% dos jovens prosseguiram os estudos no ensino superior, em sua maioria, em cursos relacionados ao rural e à agricultura. Conclui-se que a formação integral desenvolvida na EFASC vem contribuindo para fortalecer o vínculo identitário do jovem com o meio onde vive, ampliando a percepção das oportunidades de diversificação e geração de renda existente dentro e fora da propriedade, estimulando a inserção social e a articulação com diversas entidades locais e regionais, seja por necessidades produtivas, de diversificação ou de caráter comunitário, cooperativo e solidário.
Abstract This study aimed to describe and analyze the preparation process and the development of the Young Professional Project – PPJ, in the Family Farm School of Santa Cruz do Sul (EFASC), to disclosing the results of its implementation. It also examined the students trajectory through their socio-professional integration and the relationship of this process with the rural development in the Vale do Rio Pardo. Associating a quantitative survey using semi-structured questionnaire to a qualitative approach, the two first groups formed in EFASC were researched (2011 and 2012), comprising a universe of 66 youth, all sons and daughters of family farmers. The results indicate that the PPJ is the primary means to discuss, reflect and organize practical possibilities for students' socio-professional integration, once it joins dialogically learning developed during the formation process, based on two main approaches: the Pedagogy of Alternance and the Project-based Methodology. That the vast majority of projects were implemented and they are still active, mainly where there is the involvement of the family. Regarding the trajectory the graduates surveyed, 82% remain living in the rural areas, most with their parents, with the rate of inter-regional migration almost zero. Among those are living in rural areas,76% are dedicated directly to agriculture, sometimes combining this activities with a job outside, featuring families as pluriactives. This strategy shows that they are diversifying income sources. Another aspect highlighted is that 32% of youth continued their studies in higher education, mostly in courses related to rural or agriculture. The conclusion is that the whole education developed in EFASC has contributed to strengthen the identity of the youth in relation to the environment where they live, expanding the perception of diversification opportunities and generating income by inside and outside the farm. It also is encouraging social inclusion and the joint action with several local and regional organizations, motivated by production and diversification needs, by community, cooperative and supportive character.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/132950
Arquivos Descrição Formato
000982903.pdf (3.051Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.