Repositório Digital

A- A A+

A formação da lógica institucional da sustentabilidade em cadeias de suprimento : um estudo no Brasil e no Reino Unido

.

A formação da lógica institucional da sustentabilidade em cadeias de suprimento : um estudo no Brasil e no Reino Unido

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A formação da lógica institucional da sustentabilidade em cadeias de suprimento : um estudo no Brasil e no Reino Unido
Autor Silva, Minelle Enéas da
Orientador Nascimento, Luis Felipe Machado do
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Cadeia de suprimentos
Gestão de processos
Sustentabilidade
[en] Institutional logic of sustainability
[en] Organisational change
[en] Processual analysis
[en] Supply chain sustainability
Resumo O desenvolvimento da presente tese tem por motivação central investigar como organizações que possuem ações de sustentabilidade buscam disseminá-las e incorporá-las ao longo de suas cadeias de suprimento. Para tanto, com uma nova definição para sustentabilidade em cadeias de suprimento (SCS), agora assumida por uma abordagem institucional efetivada por um processo socialmente construído, bem como a proposição do conceito de Lógica Institucional da Sustentabilidade (LIS) a partir de quatro dimensões de análise: Sequência de eventos; Empreendedorismo institucional; Mudança de estrutura; e Prática de sustentabilidade, esta tese apresenta contribuições tanto no contexto teórico como no empírico. Com uma essência propositiva, assume-se como questão de pesquisa: Como a Lógica Institucional da Sustentabilidade é constituída e praticada por organizações em cadeias de suprimento, em relação aos impactos no ambiente e na sociedade? Baseando-se nesta, tem-se como objetivo central de pesquisa: Analisar a promoção da Lógica Institucional da Sustentabilidade em Cadeias de Suprimento, a partir da proposição de um framework teórico e estudos de caso no Brasil e no Reino Unido. Por meio de uma pesquisa qualitativa conduzida com um método abdutivo, foram utilizados quatro estudos de caso como suporte à pesquisa, duas organizações no Brasil (uma indústria e uma agroindústria) e duas no Reino Unido (uma indústria e uma universidade). Assim, com uma análise processual, baseando-se nos resultados da análise de conteúdo, foram utilizados vários instrumentos de coleta de dados no sentido de validar o framework teórico para representar como a LIS se aplica à cadeia de suprimento. As análises seguem as quatro dimensões já mencionadas, bem como nove macro práticas e um conjunto de 21 micro práticas. Os casos foram analisados individualmente a partir das ações de sustentabilidade realizadas, pela formação do campo organizacional que os circundam, pela promoção da LIS ao longo do período de pesquisa, bem como a partir de uma análise institucional. Características peculiares foram identificadas nos diferentes casos, todavia a partir de uma aproximação dos resultados ficou visível que no caso do Brasil existiu um nível de esforço interno mais evidente por parte das organizações, o que se reflete na efetiva existência de estratégia e prática de sustentabilidade. Já no que se refere ao Reino Unido, as motivações identificadas possuem um caráter mais externo, com a observação da prática de sustentabilidade em muitos momentos limitada, ao se seguir o framework proposto. Outros resultados são destacados, como é a questão de grupos de trabalho identificados para buscar e efetivar a sustentabilidade dentro das organizações e em suas cadeias de suprimento, o que teve contribuição direta na validação do framework. Quanto as análises institucionais, percebe-se forte legitimidade em todos os casos dentro de seus campos organizacionais, o que ratifica como efetiva a definição aqui proposta. Com base nos resultados e nas construções teóricas, identifica-se originalidade e ineditismo nesta pesquisa, principalmente por avançar na discussão sobre o processo de implantação da sustentabilidade em cadeias de suprimento, ainda pouco considerada na literatura. Além disso, entende-se ser possível modificar o foco excessivo, e constante, apenas em performance e discutir o processo de mudança necessário para se esclarecer o papel das organizações quanto à sustentabilidade.
Abstract The main motivation to develop this thesis dissertation is to identify how companies are incorporating and widespread sustainability through the supply chain. Thus, the thesis presents a set of contribution in both theoretical and practical perspectives considering a new definition for supply chain sustainability (SCS), which is understood as an institutional approach achievable by a socially-constructed process, and a proposition of Institutional Logic of Sustainability (ILS) according to the following dimensions: Event sequencing; Institutional entrepreneurism; Structure overlap; and Practice of sustainability. Based on a purposeful viewpoint, the research question is: How the Institutional Logic of Sustainability is created and practiced from organisations through the supply chains, according to impacts on the environment and society? Further, the main objective of research is: Analyse the promotion of Institutional Logic of Sustainability in supply chains, from a theoretical framework and case studies in Brazil and in the UK. From a qualitative approach and an abdutive method, it were used four case studies to support the empirical research, in which two companies are Brazilian (an industry and an agro industry) and two are British (an industry and an university). Based on a processual analysis, according to the content analysis, it were used different data collection methods to validate the theoretical framework which represent the ILS applied to supply chains. The analysis were conducted using the four dimension presented already, as well as nine macro practices and 21 micro practices. All case studies were analysed individually considering: sustainability activities, the organisational field observed, the promotion of ILS during the time analysed, and last but least the institutional analysis. The results present some particular characteristics in all case studies, however from the approach among the results it is possible to highlight in one hand that in Brazil the internal motivation was more evident, which is identified in the strategies and the practices of sustainability in the companies. On the other hand, in the UK, the external motivation was more highlighted in which the practice of sustainability is limited in some moments, according to the proposed framework. Moreover, other results could be presented as the working groups identified in three case studies to achieve the sustainability internally and in the supply chain. These results have a huge contribution to validate the framework. Further, the institutional analysis indicates that the legitimacy is strong in all case studies, which ratify the definition proposed in this thesis. Based on this results and the theoretical contribution it is possible to identify originality and novelty in the research, since the thesis advances in relation to the implementation process of sustainability in supply chains, which is rare in the literature. Moreover, the thesis presents a shift from the excessive, and frequent, focus on performance for a discussion of process of change, which is necessary to understand the role of companies in the sustainability debate.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/133177
Arquivos Descrição Formato
000985272.pdf (2.404Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.