Repositório Digital

A- A A+

Validação da medida de potência de pedais instrumentados comerciais Garmin Vector a partir do cicloergômetro Lode Excalibur

.

Validação da medida de potência de pedais instrumentados comerciais Garmin Vector a partir do cicloergômetro Lode Excalibur

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Validação da medida de potência de pedais instrumentados comerciais Garmin Vector a partir do cicloergômetro Lode Excalibur
Autor Sperb, Carlos Henrique
Orientador Vaz, Marco Aurelio
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Bacharelado.
Assunto Ciclismo
Resumo O ciclismo é um esporte de reconhecidas demandas biomecânicas e fisiológicas e portanto um bom desempenho depende da correta avaliação das intensidades de treinamento entre outros fatores. A prescrição de treino tradicional no ciclismo é baseada em valores de frequência cardíaca para determinar intensidades de treinamento. Porém este indicador sofre influências de fatores como temperatura, desidratação e níveis de catecolaminas que podem fazer com que as cargas de treinamento não sejam as mais adequadas. Para contornar esse problema pode-se utilizar a potência para o controle das cargas de treino. É importante saber se os diferentes medidores de potência vendidos no mercado são confiáveis pois variações em suas medidas tem repercussões no programa de treinamento O objetivo deste trabalho foi verificar a validade e repetibilidade das medidas de potência dos pedais Garmin Vector frente ao cicloergômetro Lode Excalibur. Dez ciclistas treinados (idade de 29±5,7 anos, massa 79,6±8,1 Kg, estatura 184,1±7 cm, potência máxima 427,5±29,9 W) foram submetidos a um teste máximo de ciclismo (carga inicial 100W, incrementos de 25W/min) em um cicloergômetro equipado com pedais medidores de potência.Os valores obtidos pelo dispositivo da Garmin foram comparados com os do cicloergômetro através de testes de t de student, ICC e Bland-Altman.O pedal subestimou os valores do dispositivo referência e não houve correlação entre eles.Altos valores de coeficiente de variação nas sucessivas medidas feitas pelo pedal também foram observados indicando baixa repetibilidade deste dispositivo. A diferença na taxa de aquisição de dados entre os dispositivos comparados é a provável causa para tal achado.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/133503
Arquivos Descrição Formato
000983969.pdf (442.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.