Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da qualidade posicional de dados oriundos de VANT para mapeamento fotogramétrico aplicado em projetos rodoviários

.

Avaliação da qualidade posicional de dados oriundos de VANT para mapeamento fotogramétrico aplicado em projetos rodoviários

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da qualidade posicional de dados oriundos de VANT para mapeamento fotogramétrico aplicado em projetos rodoviários
Autor Coelho, Ismael Augusto
Orientador Reiss, Mário Luiz Lopes
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Engenharia Cartográfica.
Assunto Controle de qualidade
Levantamento topografico
Rodovias
Resumo Dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres mostram a necessidade de evoluir nossa malha de infraestrutura de transporte, e o tamanho da demanda por projetos de engenharia nessa área. Por muitos anos a Fotogrametria aérea é utilizada para a geração de bases cartográficas para apoio aos projetos de rodovias. As principais vantagens das técnicas fotogramétricas estão na rapidez da aquisição dos dados e no grande volume de informações oriundas da fotointerpretação. Os Veículos Aéreos Não Tripulados (VANT) atualmente são utilizados também para aquisição de imagens aéreas, as quais podem ser processadas para elaboração de produtos fotogramétricos. Os softwares para processamentos dos dados oriundos de VANT tem capacidade para gerar nuvem densa de pontos, modelos digitais de superfícies (MDS), ortofotomosaicos controlados, bem como possuem ferramentas para edição de MDS. Essas soluções vêm a favorecer aos usuários, sejam da iniciativa privada ou pública, visto que o custo de aquisição é muito mais baixo comparado ferramentas da Fotogrametria convencional. Entretanto, a grande quantidade de ferramentas automáticas, tanto nos VANT, quanto nos softwares de processamento de seus dados, pode causar a geração de produtos de baixa qualidade quando operados por usuários não especializados. Este projeto visa avaliar a qualidade posicional de ortofotomosaicos e MDS obtidos por meio do processamento fotogramétrico das imagens oriundas do VANT, bem como avaliar sua exatidão cartográfica com base nos critérios preconizados pelas instruções do DNIT (IS-226/227) para produtos na escala 1/2000 e 1/1000. A verificação se deu pela comparação das coordenadas oriundas dos produtos VANT, obtidas pelo processamento das imagens nos sistemas Photoscan e Terra 3D, com aquelas medidas em campo por levantamentos geodésicos e topográficos. Resultados mostraram que é possível melhorar a qualidade posicional dos produtos gerados, conseguindo-se chegar a 1,2 pixel para planimetria e 2,5 para a altimetria. Porém, se o esforço de melhoria dos resultados, a qualidade posicional planialtimétrica pode ultrapassar os 80 píxeis.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/133590
Arquivos Descrição Formato
000984535.pdf (74.61Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.