Repositório Digital

A- A A+

Armas estratégicas : o impacto da digitalização sobre a guerra e a distribuição de poder no sistema internacional

.

Armas estratégicas : o impacto da digitalização sobre a guerra e a distribuição de poder no sistema internacional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Armas estratégicas : o impacto da digitalização sobre a guerra e a distribuição de poder no sistema internacional
Outro título Strategic weapon : impact of war on scanning and distribution of power in the international system
Autor Ávila, Fabrício Schiavo
Orientador Cepik, Marco Aurelio Chaves
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais.
Assunto Armas nucleares
China
Cooperação bilateral
Estados Unidos
Guerra
Relações internacionais
Rússia
[en] China
[en] Directed energy weapons
[en] Nuclear weapons
[en] Polarity
[en] Russia
[en] United States of America
[en] War
Resumo O pós-Guerra Fria (1991-2006) apresenta uma mudança significativa no cenário estratégico: a maior acessibilidade da tecnologia militar e o surgimento de novas armas capazes de modificar o poder coercitivo dos países – como as Armas de Energia Direta – acabam pondo em cheque a idéia de que a primazia nuclear é condição suficiente para garantir a unipolaridade. Focando-se no atual recrudescimento das tensões entre EUA com a Rússia – especialmente com a proposta estadunidense de implementação do Escudo Antimíssil no Leste Europeu – e com a China, e analisando as relações de poder entre os três países, procuramos revelar que tipo de competição ocorrerá no Sistema Internacional nas próximas décadas. A presente dissertação analisa as reais possibilidades de que a primazia nuclear estadunidense se torne efetiva, uma vez que para tanto é necessário o desarmamento estratégico das demais potências. Como uma guerra nuclear entre os três países possui um custo político muito elevado as disputas tendem a ser decididas na esfera das operações. Para ilustrar essa última afirmação usamos um cenário contrafactual de guerra nuclear limitada entre Estados Unidos, Rússia e China, por meio do qual tentamos evidenciar as pré-condições táticas e operacionais para uma eventual vitória da coalizão sino-russa.
Abstract The evolution of the Post-Cold War (1991-2006) international system shows a significant amount of change regarding the strategic capabilities of United States, Russia, and China. The rise of a new class of strategic weapons called Directed Energy Weapons (lasers and high power microwaves), as well as the great costs associated with the quest for nuclear primacy, demand closer examination of the current assumption about the links between nuclear primacy and unipolar distribution of power in the International System. Starting with the current tensions between US and Russia, we try to reveal in this article what kind of competition might be observed in the International System over the next decade. The present work analyzes the real possibilities of the USA achieving an effective nuclear primacy condition, which requires the complete disarmament of all other powers. Since a nuclear war between the three countries has a very high political cost, disputes tend to be settled on the operational sphere. In order to demonstrate this final point, we made comparative use of two nuclear war scenarios. This works concludes by establishing the tactical and operational conditions that Russia and China seems to counting with in order to defeat United States if a shooting war comes.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/13381
Arquivos Descrição Formato
000642365.pdf (3.249Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000642365-02.pdf (3.741Mb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.