Repositório Digital

A- A A+

"Fora dos trilhos" : as experiências da militância comunista na rede de viação Paraná-Santa Catarina (1934-1945)

.

"Fora dos trilhos" : as experiências da militância comunista na rede de viação Paraná-Santa Catarina (1934-1945)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Fora dos trilhos" : as experiências da militância comunista na rede de viação Paraná-Santa Catarina (1934-1945)
Autor Monteiro, Claudia
Orientador Brandalise, Carla
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Comunismo
Paraná
Santa Catarina
Resumo Essa dissertação é sobre as trajetórias dos trabalhadores da Rede de Viação Paraná- Santa Catarina e suas lutas ocorridas entre os anos de 1934 e 1945, com ênfase nas experiências dos militantes ferroviários ligados à Aliança Nacional Libertadora (ANL) e ao Partido Comunista do Brasil (PCB). A pesquisa se baseou principalmente na documentação reunida pela Delegacia de Ordem Política e Social do Paraná (DOPS) e na produção da imprensa da época. Observamos que os ferroviários conseguiram afirmar sua capacidade de negociação no cenário público até meados da década de 1930: a escalada de greves e manifestações buscando a efetivação dos direitos trabalhistas demonstrava o empenho dos trabalhadores em não deixar que as leis ficassem somente no papel. Seguiuse em 1935 a onda de repressão que negou este espaço público conquistado, condenando à prisão ou à clandestinidade as principais lideranças que haviam participado ativamente das ações coletivas dos ferroviários. A luta por reivindicações e as greves, depois de sancionada a “Lei de Segurança Nacional”, foram interpretadas como indícios de subversão e crime contra a ordem social e política. A partir de meados da década de 1940, a abertura política e a anistia permitiram que as manifestações políticas entre os ferroviários ressurgissem com uma nova força, ou seja, apesar das prisões e repressão à organização dos trabalhadores, podemos perceber uma continuidade nas lutas, nos discursos e nas práticas dos ferroviários durante todo o período analisado.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/13392
Arquivos Descrição Formato
000639653.pdf (6.742Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.