Repositório Digital

A- A A+

Vivências adversas e depressão : um estudo sobre crianças e adolescentes institucionalizados

.

Vivências adversas e depressão : um estudo sobre crianças e adolescentes institucionalizados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Vivências adversas e depressão : um estudo sobre crianças e adolescentes institucionalizados
Autor Abaid, Josiane Lieberknecht Wathier
Orientador Dell'Aglio, Debora Dalbosco
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Adolescente
Criança
Depressão
Estresse
Menores institucionalizados
Psicometria
[en] Depressive symptoms
[en] Institutionalization
[en] Stressful events
Resumo Este trabalho investigou a manifestação de sintomas depressivos e eventos de vida estressantes em crianças e adolescentes, através de três estudos. No primeiro estudo, verificaram-se os sintomas depressivos, a freqüência e o impacto de eventos adversos de forma transversal, em 257 jovens, de ambos os sexos, de 7 a 16 anos, sendo que 130 residiam em abrigos de proteção governamentais e não governamentais e 127 moravam com suas famílias na região metropolitana de Porto Alegre. Foram utilizados o Inventário de Depressão Infantil (CDI) e o Inventário de Eventos Estressores na Infância e Adolescência (IEEIA) para avaliar depressão e eventos estressores, respectivamente. Os resultados apontaram médias mais altas de sintomas depressivos e de ocorrência de eventos estressores no grupo institucionalizado. No segundo estudo, foi explorada a estrutura fatorial de uma adaptação do CDI, a partir de um banco de dados composto por 951 crianças e adolescentes, de 7 a 17 anos. Os dados apontaram que o instrumento apresenta características psicométricas adequadas e foi possível estabelecer normas percentílicas por sexo e faixa etária. No último estudo, longitudinal, buscou-se identificar um modelo de preditores de sintomas depressivos em participantes institucionalizados (N=127), através de uma análise de regressão linear múltipla. O modelo preditivo englobou o escore inicial de sintomas, seguido pelos eventos “Ter problemas com professores”, “Sentir-se rejeitado pelos colegas e amigos” e “Um dos pais ter que morar longe”. Destaca-se a importância de prevenir a ocorrência de eventos estressores na escola e família, bem como promover intervenções junto às crianças e adolescentes institucionalizados.
Abstract The present study verified the depressive symptoms manifestation as well as the stressful events in children and adolescents through three studies. In the first study, the depressive symptoms and the frequency and impact of adverse events were verified. A total of 257 youths of both genders, age 7-16 took part in this study. Among those, 130 lived at government and non-government protection youth shelters and 127 lived with their families in the metropolitan region of Porto Alegre. The Children's Depression Inventory (CDI) and the Stressful Events in Childhood and Adolescence Inventory (IEEIA) were used to assess depression and stressful events respectively. The results showed a significant higher mean score among institutionalized children and adolescents for both depressive symptoms and frequency of stressful events mentioned. In the second study, the factorial structure of the Children’s Depression Inventory (CDI) for 951 children and adolescents, between 7 and 17 years was explored. Data pointed out good psychometric properties and it was possible to present norms in percentiles by gender and age group. Finally, the last study aimed at identifying, with a longitudinal design, a model of predictors of depressive symptoms in the institutionalized sample (N=127) through the regression linear multiple analysis. The predictive model included the initial depressive score, followed by the stressful events “to have problem with teacher”, “feelings of peer rejection” and “one of parents ought to live so far”. It is highlighted the importance of preventing events related mainly to the school and familiar conflicts, as well as promoting interventions with vulnerable families.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/13406
Arquivos Descrição Formato
000641407.pdf (401.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.